VISITE VIZELA

Pedro Paulo evocado dez anos após o seu falecimento

No pretérito dia dez de fevereiro, Dia Internacional da Rádio, passaram dez anos sobre a morte do vizelense Pedro Paulo Leite Pedrosa, primeira voz da Rádio Vizela e um dos fundadores desta estação.



Amigos e familiares colocaram uma lápide na sua sepultura descerrada pelo irmão Óscar Pedrosa e pelo presidente da Rádio Vizela, Armindo Faria, estação radiofónica à qual o falecido deu grande parte da sua vida e onde foi a primeira voz a fazer-se ouvir na abertura da rádio a 13 de junho de 1986.

Entre os presentes esteve também Dimas Pedrosa, irmão de Pedro Paulo, tios, sobrinhos e outros familiares e vários amigos.


Em Dia Internacional da Rádio (pura coincidência) os amigos de Pedro Paulo, José Borges e Manuel Marques usaram da palavra no cemitério de S. João recordando a figura filantrópica daquele vizelense, «um bom amigo, um vizelense a preceito que amava de forma desmedida a sua terra como prova o tempo que dedicou a inúmeras instituições, sobretudo à Rádio Vizela, facto também salientado pelo Padre Constantino na missa celebrada no domingo seguinte.

Aquando o seu falecimento, de morte súbita, Pedro Paulo tinha 45 anos, era solteiro e não tinha filhos.


O seu funeral, como salientou o Padre Machado na missa de corpo presente a 14 de fevereiro de 2006, «era a demonstração clara de que para se ter um grande funeral não era necessário ser rico financeiramente mas sim ter uma grande coração como tinha Pedro Paulo».