FELIZ NATAL

Carta-aberta e comovedora do jogador Fall aos adeptos do FCV

Caros adeptos do grande Futebol Clube de Vizela,
Escrevo-vos horas após uma grande desilusão não só para vocês como para mim.


Permitam-me que, antes de mais, faça uma retrospetiva.

Iniciei esta época desportiva no GD Chaves que a meio da mesma entendeu ser melhor para mim evoluir ao serviço de um clube do Campeonato Portugal Prio.

Confesso que nos primeiros momentos essa decisão me abalou bastante porém, quando soube qual seria o meu destino, percebi que viria para um clube diferente.

Um clube em que a grandiosidade, a universalidade e a mística não advinha só das vitórias.
Essas características eram construídas por uma massa associativa incomparável, com um amor inexplicável.

Esses mesmos adeptos, quando nos viam nas ruas, transmitiam-nos essa paixão e faziam-nos acreditar que era possível recolocar esta grande instituição no lugar do qual nunca deveria ter saído.

Em cerca de minutos, toda a minha tristeza se desvaneceu e voltei a ter prazer em jogar futebol.

Voltei a sentir-me aquele menino, que nasceu no Senegal, cheio de sonhos e de força de vontade.

Como forma de agradecimento, tentei dar tudo mim em todos os minutos que joguei mas, ainda assim, fiquei com uma dívida para convosco.

Queria muito ter-vos dado este título de campeão.
Queria muito voltar a fazer a festa na vossa - que agora também é minha - cidade.
Queria muito voltar a ver a felicidade patente nos vossos rostos.

Infelizmente, não consegui e por isso vos peço desculpa.

Podem ter a certeza que saio daqui com o FC Vizela cravado não só na minha história como no meu coração.

Quem sabe um dia os nossos caminhos se voltem a cruzar para que eu consiga saldar a dívida de gratidão que tenho para convosco.

Fica aqui a promessa que voltarei como adepto e amigo.

Estaremos sempre juntos, seja onde for, por esta terra bendita.