VISITE VIZELA

Treinador do Infias confiante na nova época

Stéphane Varela (ao centro) chegou à meio da temporada transacta para liderar os destinos da equipa de futebol do CCR Raul Brandão de Infias.
Diz ter encontrado um “excelente balneário” e uma onda de lesões que acabou por ser talvez a sua maior adversidade, facto que impediu maiores voos do CCR. A Direcção do clube apostou de novo em Stéphane para liderar a equipa de futebol na próxima época 2016/2017, que já está a ser preparada com afinco.

 - Stéphane, chegou à meio da época para tomar conta dos destinos do CCR Infias. Foi difícil adaptar-se ao clube e aos jogadores? Quais foram as maiores dificuldades sentidas ao longo da época?
Stéphane Varela - Ficamos contentes pelo convite, felizmente encontramos um excelente grupo, o que tornou a adaptação fácil. Em relação às dificuldades elas vão existir sempre, mas durante esta época a principal foi não conseguir fazer uma equipa base devido ao elevado número de lesões.
“Lesões foram a principal dificuldade

 - Junto também trouxe a sua equipa técnica que o acompanha desde que trocou os “calções” pelo “fato”, essa cumplicidade é importante para liderar um plantel de futebol?
 - Claro que sim. Essa cumplicidade é importante e temos que reunir à nossa volta gente trabalhadora e competente, felizmente chegamos e encontramos o Gastão (treinador de guarda-redes) que veio reforçar a União desta equipa técnica.

 - Que análise faz quanto à época que terminou e o 5º lugar conquistado?
 - Em relação ao campeonato, foi um campeonato bastante competitivo. Perante a nossa classificação, tendo em conta a onda de lesões acabou por ser positivo, embora o nosso objetivo fosse o quarto lugar.
“5º lugar acabou por ser positivo

- E em relação à participação do CCR Infias na Taça Cidade Berço, assim como nas Interconcelhias?
 - Em relação às taças não correu como queríamos, também pela preocupação de dar prioridade à subida na tabela no campeonato. Mas para esta nova época será um dos nossos objetivos.

- Na sua opinião, quais foram os pontos fracos e fortes do CCR Infias, na época que terminou?
- Os pontos fracos foram realmente as lesões, onde por vezes não tínhamos dezoito jogadores para o jogo. Aos aspetos positivos foi sem dúvida a União que conseguimos no balneário, onde sabíamos que todos juntos conseguiríamos os nossos objetivos.

- Que opinião tem em geral do Futebol Popular? Se pudesse, mudava algo?
- Penso que é um campeonato que de ano para ano se torna cada vez mais competitivo. Há sempre coisas a mudar neste momento, o que acho mais urgente corrigir é a organização da associação e claro, a arbitragem.
“a União foi um ponto forte

- Que análise faz do campeonato que terminou em relação às outras equipas?
- Como já disse anteriormente foi um campeonato competitivo quer para a luta do título, concelhias e mesmo para o fundo da tabela onde só na última jornada tudo se decidiu.

- Em relação à próxima época, quais serão os principais objectivos do clube para a próxima temporada?
- O principal objetivo é ficar nos primeiros três lugares e tentar vencer uma das taças.

- Vai haver muitas alterações no plantel ou na estrutura do clube? Pode adiantar alguma coisa, ou o segredo continua a ser a alma do negócio?
 - A maioria do plantel mantém-se e estamos a aguardar a chegada de alguns reforços.
“Principal objectivo é ficar nos três primeiros

- O CCR Infias irá continuar a utilizar o Municipal de Santo Adrião na próxima temporada, vê isso como um factor negativo para o CCR Infias, ou não interfere?
- É sempre bom ter campo próprio, por várias situações, uma delas é ter sempre a nossa casa e claro, estar perto dos nossos adeptos é totalmente diferente. 

 - Para terminar, tem alguma mensagem para os adeptos infienses?
- Que acreditem nos nossos jogadores, tenho a certeza que vamos fazer uma excelente época. É claro que com o apoio dos nossos adeptos é muito mais fácil.
.......

Stéphane Varela é português. Vive em Guimarães
Jogou e foi capitão no Montesinhos. No último ano treinou CD Pinheiro
Adj. Rui Ferreira
Preparador físico Pedro Santos
Treinador guarda redes: Gastão