VISITE VIZELA

Jogadores da Liga entram com t-shirt do Dia Mundial do AVC

29 DE OUTUBRO | DIA MUNDIAL DO AVC. JOGADORES DA LIGA VESTEM A CAMISOLA PELA CAMPANHA “ESTE PODE SER O JOGO DA SUA VIDA”


A partir de amanhã e até segunda-feira, os jogadores da 9.ª Jornada da Liga Portuguesa de Futebol Profissional vão entrar em campo com uma t-shirt alusiva ao Dia Mundial do AVC, contendo a mensagem “Seja mais rápido que um AVC”, bem como os sinais de alerta que exigem chamada imediata para o 112.



“Este pode ser o jogo da sua vida” é uma iniciativa conjunta do Serviço de Neurologia do Hospital Egas Moniz – Centro Hospitalar Lisboa Ocidental E.P.E. –, da Nova Medical School da Universidade NOVA de Lisboa, da Sociedade Portuguesa de Acidente Vascular Cerebral e da Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia de Intervenção. A campanha visa sensibilizar a população para os sinais de alerta do AVC, principal causa de mortalidade e incapacidade em Portugal.



Basta o aparecimento de um dos chamados “3Fs”: dificuldade em falar, desvio da face (boca ao lado), falta de força num braço, para suspeitar de um AVC e acionar de imediato o 112. Responder rapidamente aos sinais de alerta pode fazer a diferença entre a recuperação e a incapacidade, pois o sucesso do tratamento de fase aguda depende do tempo entre o início dos sintomas e a chegada do doente ao hospital.



“O AVC é tratável, mas para que o tratamento tenha sucesso o respeito pelo tempo é fundamental – tempo é cérebro – pelo que o AVC tem que ser encarado como uma situação de Emergência”, explica o Prof. Doutor José Castro Lopes, presidente da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral.



O neurologista acrescenta que “a Via Verde do AVC (ativada através de chamada para o 112) está organizada em Portugal para encaminhar os doentes rapidamente para os hospitais capazes de fornecer os tratamentos adequados”.



Face ao imperativo de “ser mais rápido que um AVC”, esta ideia teve por base “a extraordinária visibilidade dos jogos da Liga NOS em Portugal, que permitirá passar esta importante mensagem a um grande número de portugueses”, explica o Dr. João Pedro Marto, do Serviço de Neurologia do Hospital Egas Moniz.



Conforme avança o coordenador da Campanha, “entre os dias 28 e 31 de outubro, nove jogos da referida jornada ficarão marcados pela ação de sensibilização que integra: 1) entrada das equipas em campo com t-shirts alusivas ao Dia Mundial de AVC; 2) banners publicitários sobre AVC atrás das equipas no alinhamento inicial; 3) leitura de texto sobre AVC pelo speaker do estádio antes do jogo começar e no intervalo”.



Todos os anos, mais de 6,5 milhões de vidas são perdidas em todo o mundo e 1 uma em cada 6 pessoas vai ter um AVC. Em Portugal, a cada hora 3 portugueses sofrem um AVC, um dos quais resulta em morte. Dos restantes, metade ficará com sequelas incapacitantes.



Neste contexto, os especialistas da Sociedade Portuguesa do Acidente Vascular Cerebral e da Sociedade Portuguesa de Neurorradiologia de Intervenção lembram que “muitas vidas podem ser melhoradas com mais consciencialização e ação de todos os intervenientes – os decisores políticos, os profissionais da saúde, os media e a comunidade, e é sobretudo para a comunidade que chamamos particularmente a atenção neste dia”.