VISITE VIZELA

Aves crítica declarações do Famalicão

Comunicado - O Clube Desportivo das Aves, SAD vem por este meio repudiar as declarações do treinador do FC Famalicão, e outrora jogador, Nandinho, acerca do nosso capitão de equipa, Quim.

Quim é um guarda-redes com 41 anos, o mais velho a atuar nas competições profissionais, e continua a bater recordes. Neste momento está há 5 jogos consecutivos sem sofrer golos. Defendeu as cores da nossa bandeira e honrou o nosso país como poucos fizeram. Já deu ao futebol muito mais do que o referido treinador deu e dificilmente dará em todo o seu percurso profissional.

É com um orgulho enorme que dizemos ter o melhor guardião da II Liga no nosso plantel. Um guarda-redes que no próprio jogo com o FC Famalicão defendeu o “possível e o impossível” e foi conotado pela esmagadora maioria dos meios de comunicação social como o “homem do jogo”.
Nesse sentido, gostaríamos de ressalvar que não reconhecemos no treinador do FC Famalicão faculdades cognitivas para avaliar o estado físico dos nossos jogadores. Foi notório que, no final do jogo, Quim ficou no chão em clara dificuldade. E, ainda assim, fez as defesas que fez!
Em relação ao assunto das grandes penalidades referido por Nandinho e ao facto do Aves “jogar para o pontinho” apenas temos a declarar que a equipa assume em todos os desafios o controlo dos mesmos, jogando sempre perto da área do adversário. O Aves não se esconde na defesa, o que naturalmente propicia situações de grande penalidade. E, apesar dos penalties assinalados, outros tantos ficaram por marcar, sendo que um deles, ironicamente, foi no jogo com o FC Famalicão ao minuto 70’ com o central famalicense a subir de braços erguidos, tocando na bola.
Nós, Clube Desportivo das Aves, não desculpamos os nossos resultados menos felizes com a arbitragem, de tal forma que Ivo Vieira, técnico avense, em momento algum criticou as decisões tomadas pelo árbitro da partida.
Contudo, tendo em conta a conjuntura atual e as acusações infundadas, numa tentativa de denegrir a imagem do clube, vamos apontar, além do acima mencionado, duas situações onde a equipa avense foi claramente prejudicada na partida do passado domingo:
- Houve uma entrada duríssima logo aos 7 minutos sobre o Pedró em que João Capela decidiu não mostrar sequer cartão amarelo ao atleta famalicense.
- A expulsão do defesa-central Romaric foi mal assinalada. No momento da falta, o jogador não estava de frente para a baliza. Além disso, o defesa-central João Pedro e o médio Tarcísio estavam posicionados ao lado do colega de equipa, fazendo com que o jogador do FC Famalicão não estivesse isolado diante do guarda-redes, ao contrário do que aconteceu no lance da expulsão de Feliz.
Entendemos que ocupamos um dos lugares desejados por todos e somos um alvo a ‘abater’, mas não vamos aceitar que o nosso trabalho diário, a nossa dedicação e a nossa raça sejam postos em causa, pois são esses os ingredientes-chave para o bom momento que atravessamos e que esperamos que se prolongue.
Estas são as únicas declarações proferidas pelo clube acerca deste assunto.
Saudações avenses!