O ddV saúda todos os candidatos às autarquias do Concelho de Vizela concorrentes às eleições de 1 de outubro. Viva o Concelho de Vizela.

26 de JANEIRO as DATAS da HISTÓRIA

CONCELHO DE VIZELA

1388 - Confirmados e outorgados por carta régia, todos os privilégios, liberdades, bons costumes e foros dos moradores de Caldas de Vizela e Inflas.
1403 - O rei D. João I deu as terras de Riba Vizela a D. Frei Alvaro Gonçalves Camelo, Prior da Colegiada.
1984 - Fundação da Associação Desportiva S. Paio Sport Clube.
1986 - Vizela vence Amarante por 4-1 em jogo da II Divisão B.
NASCEU NESTA DATA
Dr. PEREIRA CALDAS

a 26 de Janeiro de 1818, nasceu em VIZELA um dos maiores vultos da cultura... Como refere na página 128 do LIVRO " O Archeologo Português",  Necrologia -III- Pereira Caldas "Brusca, inesperadamente, a morte extinguiu a vida preciosa do sábio professor...." tanta matéria cultural à nossa porta e não temos dado tanto por isso!!!
José Joaquim da Silva Pereira Caldas nasceu a 26 de Janeiro de 1818 em Caldas de Vizela. Fez o seus estudos secundários em Guimarães, depois na Universidade de Coimbra. Esteve no Liceu Nacional de Leiria, o Dr. Pereira Caldas, mas foi no Liceu nacional de Braga que fez toda a sua carreira docente, desde Novembro de 1846, como professor proprietário e vitalício na área da Matemática.
E foi em Braga além da sua carreira docente ,desenvolveu toda uma actividade de intervenção política, cultural e cívica nos mais diversos sectores da sociedade portuguesa e, sobretudo, da sociedade bracarense, desde a sua participação nas lutas liberais até à publicação de numerosíssimos artigos em jornais e revistas da época e de múltiplos opúsculos.
 Embora nascido nas Caldas de Vizela o Dr. Pereira Caldas considerava-se filho adoptivo da cidade de Braga. E de facto esta cidade acolheu-o e, após a sua morte ocorrida em 1903, determinou, em sessão camarária, atribuir a uma artéria da urbe o nome do Dr. Pereira Caldas para que ficasse na memória dos bracarenses a figura deste“sábio professor, bibliófilo notável, democrata ardente.
Foi, de facto, um bibliófilo notável. O Dr. Pereira Caldas possuía uma riquíssima biblioteca particular onde abundavam excelentes obras de peritos nacionais e estrangeiros relacionadas com a Arqueologia e a Epigrafia."A 26 de Janeiro de 1818, nasceu em VIZELA um dos maiores vultos da cultura... Como refere na página 128 do LIVRO " O Archeologo Português", Necrologia -III- Pereira Caldas "Brusca, inesperadamente, a morte extinguiu a vida preciosa do sábio professor...." tanta matéria cultural à nossa porta e não temos dado tanto por isso!!!
José Joaquim da Silva Pereira Caldas nasceu a 26 de Janeiro de 1818 em Caldas de Vizela. Fez o seus estudos secundários em Guimarães, depois na Universidade de Coimbra. Esteve no Liceu Nacional de Leiria, o Dr. Pereira Caldas, mas foi no Liceu nacional de Braga que fez toda a sua carreira docente, desde Novembro de 1846, como professor proprietário e vitalício na área da Matemática.
E foi em Braga além da sua carreira docente ,desenvolveu toda uma actividade de intervenção política, cultural e cívica nos mais diversos sectores da sociedade portuguesa e, sobretudo, da sociedade bracarense, desde a sua participação nas lutas liberais até à publicação de numerosíssimos artigos em jornais e revistas da época e de múltiplos opúsculos.
Embora nascido nas Caldas de Vizela o Dr. Pereira Caldas considerava-se filho adoptivo da cidade de Braga. E de facto esta cidade acolheu-o e, após a sua morte ocorrida em 1903, determinou, em sessão camarária, atribuir a uma artéria da urbe o nome do Dr. Pereira Caldas para que ficasse na memória dos bracarenses a figura deste“sábio professor, bibliófilo notável, democrata ardente.
Foi, de facto, um bibliófilo notável. O Dr. Pereira Caldas possuía uma riquíssima biblioteca particular onde abundavam excelentes obras de peritos nacionais e estrangeiros relacionadas com a Arqueologia e a Epigrafia."


 FALECEU NESTA DATA
2014 - Luzia Pinto de Sousa Menenses (S. Miguel)
2014 - Manuel Vaz (S. Adrião)
2009 - Avelino Gonçalves Pereira(S. João)
2010 - Idóquecio Rodrigues Pimentel (S.Miguel)
2010 - Victor Manuel Ferreira Salgado de Abreu
2012 - Armando Lopes Gomes (Regilde)
2015 - Herculano Pereira Gonçalves (S. Miguel)

NACIONAL E INTERNACIONAL