VISITE VIZELA

25 DE MARÇO E A HISTÓRIA

CONCELHO DE VIZELA

* 1913 - É fundada a Santa Casa da Misericórdia de Vizela.

* 1941 - O Futebol Clube de Vizela deu a maior goleada de sempre do futebol português ao bater o Sport Clube de Bairro (Famalicão) por 40-0 para o Campeonato da Associação de Futebol de Braga. O record de golos marcados ainda hoje pertence ao FC Vizela.

* 2009 - A Câmara Municipal de Vizela, presidida por Dinis Costa, realiza uma presidência-aberta em Tagilde, freguesia presidida por Paula Lima.

* 2011 - Júlio César Ferreira é eleito Presidente da Direcção da Casa do Povo. Baltazar Oliveira transita da Presidência da Direcção para a Assembleia-geral. Arlindo Santos é o Presidente do Conselho Fiscal.

NASCEU NESTA DATA
- Joaquim Peixoto, diretor da Associação Família Peixoto

FALECEU NESTA DATA
2013 - Maria Josefina dos Santos Leite (S. Paio)
2009 - Laura Salgado Gonçalves (S. Miguel)
2013 - Maria Josefina dos Santos Leite (S. Paio de Vizela)

NACIONAL E INTERNACIONAL

HOJÉ É...
No cristianismo, 25 de Março é tipicamente celebrado como o dia da Anunciação desde que ele não coincida com um Domingo ou durante as semanas Santa ou da Páscoa.
Grécia: Dia da Independência
Igreja Católica: São Dimas, o Bom Ladrão

HISTORIAL DA SANTA CASA


A Santa Casa da Misericórdia de Vizela existe há mais de 100 anos, data de 25 de Março de 1913. No entanto, a sua história remonta 50 anos antes do seu nascimento, como fase embrionária.
A fundação do Hospital deve-se ao seu grande benemérito António Francisco Guimarães, natural de Moreira de Cónegos, que tendo passado a maior parte da sua vida no Brasil, aquando da sua morte foi dado a conhecer o seu testamento, e do legado coube uma parcela da sua fortuna, feita no Brasil, para a construção de um Hospital em Vizela, que servisse as populações dessa região e limítrofes.
Desde a sua morte à fundação do Hospital de Vizela, a história é arrevesada e cheia de pormenores interessantes, pois, per si, retratam também uma época, uma sociedade, um tempo histórico, tendo dado, por isso, origem a um livro que foi lançado a 25 de Maio de 2013, aquando do centenário, “Santa Casa da Misericórdia de Vizela, 100 anos”
Apesar da História da Misericórdia de Vizela ser longa, centenária, com grandes e importantes protagonistas, convém reter algumas datas que marcaram a criação ou nascimento de valências que gradualmente foram aparecendo no tempo, fazendo desta Instituição o que é hoje: uma referência social, económica, cultural e educativa.
Em 25 de Março de 1913 nasce a Misericórdia de Vizela com a fusão da Casa dos Pobres Dr. João Rocha dos Santos e Associação Vizelense de Beneficência;
Em 1952 a Santa Casa da Misericórdia de Vizela passa a gerir o Hospital de Vizela, dirigido até então pela Misericórdia de Guimarães.

Em 1975, com as nacionalizações, o Hospital passou a ser administrado pelo Estado, durante alguns anos, tendo depois passado a albergar o Centro de Saúde de Vizela que se manteve até 1993.
Quanto às outras valências, nomeadamente as da primeira infância, surgem a partir de 1974.
Assim, a valência Creche entrou em funcionamento ainda em 1974, destinando-se ao acolhimento e educação de crianças. Esta tem como população alvo crianças com idades compreendidas entre 4 meses e os 3 anos de idade, e dá resposta atualmente a 100 crianças.

O Jardim de Infância apoia 120 crianças, com idades compreendidas entre os três e os seis anos, abrangendo o pré-escolar, dispondo de edifício próprio que funciona em pleno desde 1988.
As valências de apoio à 3ª Idade são mais recentes, datam de 1999. Desde Julho desse ano que a Santa asa da Misericórdia de Vizela presta serviços de apoio, atendimento e acolhimento a pessoas idosas: 45 utentes na valência Lar, 17 em Centro de Dia e 38 utentes recebem Apoio Domiciliário. A Misericórdia dispõe, ainda, de um Lar Privado para 32 utentes, dividido por 16 suites/apartamentos.
Protocolada com a Segurança Social, desde 2005, a valência RSI – Rendimento Social de Inserção faz o acompanhamento de 100 agregados familiares, bem como a respectiva acção social no Concelho de Vizela.

A obra mais recente desta Instituição, e fazendo jus à sua história, é a Unidade de Cuidados Continuados Integrados, datada de Abril de 2011, valência dedicada aos cuidados de saúde, que disponibiliza serviços de média e longa duração, com 30 camas cada.
Desde 2012, a Misericórdia de Vizela disponibiliza à comunidade onde está inserida apoio alimentar, procurando minorar as dificuldades sentidas, através das seguintes vertentes:
- Cantina Social, onde de forma gratuita para os seus beneficiários, assegura diariamente refeições, em regime de take-away, tendo Protocolo com a Segurança Social para 65 beneficiários;
- FEAC – Fundo Europeu de Ajuda Alimentar a Carenciados, antigo PCAAC, em que assumimos o papel de mediador e pólo de distribuição no Concelho de Vizela, tendo a incumbência de recepcionar os géneros alimentares, bem como referenciar, depois de efectuada a respectiva avaliação, os beneficiários a integrar o referido Programa.
- PAV – Programa Alimentar de Vizela, assumindo o papel de coordenadores daquele Programa, mas trabalhando em Parceria com mais 14 Associações/Instituições do Concelho, desenvolvemos campanhas de recolha de géneros junto das superfícies comerciais da região, no sentido da angariação de bens alimentares destinados às pessoas carenciadas do Concelho, após avaliação da sua situação sócio-económica, com o propósito de apurar as reais necessidades das mesmas.
Dentro do quadro de reaproveitamento de todas as sinergias possíveis, a Instituição iniciou, no ano de 2014, mais uma valência, com os serviços externos da Unidade de Medicina Física e de Reabilitação. Esta área está devidamente apetrechada com todos os equipamentos necessários ao bom desempenho de qualquer terapia proposta pelos Médicos Fisiatras, dispondo de acordos com alguns sub-sistemas de saúde.
Esta Instituição, Santa Casa da Misericórdia de Vizela, reveste-se, assim, de significativa importância no Concelho de Vizela, na atual conjuntura, pela prestação de serviços diferenciados, através das respetivas valências. (RESENHA ATÉ 2016)