FESTAS VIZELA-Agosto: Dia 11-CAMANÉ; 12-JORGE PALMA; 13-GABRIEL PENSADOR; 14-CORTEJO. Visite Vizela

Tagilde já tem máquina multibanco

Um serviço que os tagildenses sentem como importante podendo através da máquina instalada na parede da sede de Junta de Freguesia operar diversos serviços bancários.


Como um Multibanco próprio os residentes em S. Salvador de Tagilde já não terão total necessidade para se deslocarem às máquinas da periferia sendo as mais próximas em S. Paio ou em Vizela.
O presidente da União de Freguesias Tagilde/S. Paio referiu que os tagildenses demonstravam muito interesse em ter este serviço na sua freguesia pelo que, por intermédio da autarquia «esse bem foi garantido».
António Ferreira considera que a máquina permitirá mais comodidade aos tagildenses «e essa é a função das autarquias, criar condições para todos».



O MULTIBANCO
Multibanco é uma rede de caixas automáticos portuguesa, constituída praticamente pela totalidade da banca de retalho em Portugal. O nome multibanco é uma marca registada, propriedade da empresa SIBS, mas o termo é atualmente usado para designar de forma genérica um sistema interbancário que disponibilize serviços como o levantamento de dinheiro num dispositivo automático. Menos frequentemente também é utilizado o termo ATM, do inglês Automated Teller Machine.

Enquanto Portugal foi um dos últimos países da Europa ocidental a instalá-las, o equipamento usado representou o que havia de mais avançado, baseado nas experiências de outros países, muitos dos quais gastam agora imenso dinheiro para substituir e atualizar máquinas obsoletas. O funcionamento do Multibanco teve início em Setembro de 1985, com a instalação de apenas 12 terminais nas duas principais cidades do país (Lisboa e Porto). O sucesso deste serviço foi enorme, existindo hoje milhares dessas caixas por todo o país (mais de 13.000 terminais — a maior densidade de caixas automáticas por habitante em toda a Europa).

Segundo um estudo britânico, o Multibanco seria o mais funcional de toda a Europa (com 60 funcionalidades), permitindo fazer operações que outros sistemas europeus não conseguem (por exemplo, o da Noruega não permite mais do que levantar dinheiro, saber os saldos e carregar o telemóvel/celular).

Em Portugal, os multibancos têm tido muito sucesso, o que levou ao aparecimento de novos serviços não bancários, como a venda de bilhetes ou o pagamento de serviços (água, eletricidade, gás, telefone, Internet, carregamento de telemóvel/celular, Via Verde etc.)

Em 2015, existem cerca de 13 mil caixas automáticos de norte a sul do País, incluindo as regiões autónomas dos Açores e da Madeira. Diariamente, são levantados das máquinas de Multibanco 71 milhões de euros. A SIBS gere cerca de três mil milhões de operações financeiras por ano com um valor superior a 4,5 mil milhões de euros e conta com mais de 300 milhões de utilizadores, nacionais e estrangeiros.

fonte wikipédia