VISITE VIZELA

Deputados do CDS-PP questionam tutela sobre descarga poluente no rio Vizela

Conforme alerta da QUERCUS, a 10 de maio de 2017, ocorreu nova “descarga ilegal de efluentes domésticos e industriais, situado junto à ribeira de Calvelos, a 100 metros do local onde desagua no rio Vizela”.



A associação refere em Comunicado que “as descargas no rio Vizela têm sido recorrentes e foram já registadas diversas denúncias, através da população ou associações de defesa do ambiente, mas nenhuma surtiu efeito até ao momento”.

Do que se percebe do Comunicado daquela entidade, bem como do sentimento da população e outras associações da região, não estão a ser tomadas as medidas necessárias, por parte dos organismos competentes, para a resolução desta situação, que coloca em causa a saúde pública e também a qualidade ambiental das populações.

Assim, os deputados do CDS-PP Telmo Correia, Vânia Dias da Silva, Álvaro Castello-Branco, Patrícia Fonseca e Ilda Araújo Novo querem saber se o Ministério do Ambiente tem conhecimento desta nova descarga poluente ilegal no rio Vizela e que medidas já tomou para solucionar tal situação e o para o apuramento de todas as responsabilidades.

Os deputados querem, também, saber quais são as medidas que o Ministério do Ambiente já desenvolveu para o cumprimento da última Resolução da Assembleia da República para a despoluição do rio Vizela, e se o Ministério do Ambiente confirma que no próximo dia 21 de junho será feita a apresentação pública de todo o trabalho desenvolvido para a despoluição do Rio Vizela e para, definitivamente, acabar com as descargas ilegais como a supra descrita.

Recorde-se que no passado dia 17 de fevereiro, foi aprovada uma resolução pela Assembleia da República que recomendava ao Governo, nomeadamente, que tomasse todas as medidas necessárias para a despoluição do rio Vizela, que fossem investigados os incidentes de poluição que ali ocorrem e que fosse elaborado um plano para a recuperação das zonas envolventes.



Na última audição regimental, na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, o Ministro do Ambiente, respondendo a uma questão colocada pelo deputado do CDS-PP, Álvaro Castello-Branco, referiu que “estamos a trabalhar muito a sério o Rio Vizela” e que no próximo dia 21 de junho será apresentado publicamente todo o trabalho que está a ser feito. Afirmou, ainda, que é reconhecido pelos ambientalistas que “já se sente uma melhoria”.

------------------
Paula Almeida