FESTAS VIZELA-Agosto: Dia 11-CAMANÉ; 12-JORGE PALMA; 13-GABRIEL PENSADOR; 14-CORTEJO. Visite Vizela

"Dinis Costa desiste das candidatura à Câmara de Vizela uma vergonha anunciada"

Comunicado enviado pela VIZELA SEMPRE-VICTOR HUGO SALGADO 2017 e proferido em conferência da imprensa deste Movimento Independente.


Na senda do trabalho desenvolvido ao longo dos últimos meses, e tendo em vista a clarificação progressiva e constante de todos os vizelenses, o Movimento Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017, convocou os órgãos de comunicação social para a presente Conferência de Imprensa, para analisar a desistência da candidatura do atual Presidente da Câmara Municipal de Vizela, que havia sido aprovada no passado dia 5 de maio de 2016, na comissão política concelhia do Partido Socialista de Vizela e reiterada publicamente em vários momentos posteriores.

Esta desistência representa uma dupla vitória para o Movimento Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017, já que Dinis Costa, não só desiste, como não conseguiu encontrar um candidato dentro do Partido Socialista de Vizela que fosse contra o nosso movimento.

Assim sendo, segundo Dinis Costa, esta desistência estava prevista desde início e agora apenas honrou a sua palavra não se candidatando, fazendo tábua rasa de tudo o que disse ao longo do último ano, desde logo:

• Após a eleição na comissão política concelhia, o Partido Socialista de Vizela emitiu comunicado e assumiu publicamente que Dinis Costa era o seu candidato à câmara e que o projeto era de continuidade, porque havia muito para fazer em Vizela;

• Meses volvidos, a comissão política concelhia de Vizela, enviou novo comunicado para os órgãos de comunicação social, informando que os órgãos do Partido, Nacionais e Distritais, aprovaram a candidatura de Dinis Costa à Câmara Municipal de Vizela;

• Em Dezembro de 2016, Dinis Costa organiza um jantar de Natal do Partido Socialista de Vizela, com a participação de 300 pessoas, para apresentar a sua candidatura, onde reafirmou o seu objetivo de ser candidato e foi apoiado nesse intento pelo Ministro do ambiente e o presidente da Federação Distrital do PS de Braga, Joaquim Barreto, que estiveram presentes em Vizela em representação do Partido Socialista distrital e nacional;

• Nesse mesmo jantar, Dinis Costa apresentou três candidatos às juntas de freguesia do concelho de Vizela que o acompanhariam;

• Ao longo de um ano, Dinis Costa apregoou nas reuniões de câmara, que seria candidato até ao fim e que o Movimento Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017 é que se iria fracionar e desistir;

• Ao longo de vários meses, os representantes do PS Vizela na “Antena Democrática” defenderam o nome de Dinis Costa como único candidato à Câmara pelo seu partido, mesmo quando confrontados com uma hipotética desistência;

• Ninguém esquece, até porque se encontra registado nas atas das Reuniões de Câmara e de Assembleia Municipal, que Dinis Costa, quando confrontado com o seu processo judicial, afirmava que esta situação só lhe dava mais força para ser candidato;

• E por último, ao longo das últimas semanas, quando toda gente já tinha percebido que Dinis Costa ia desistir, este prestou declarações à Rádio Vizela, dizendo que era candidato e que durante esta semana começava a sua campanha eleitoral de rua, colocando as estruturas para os outdoors.

A verdade é que Dinis Costa, tal como disse a várias pessoas, após ter recebido o resultado de uma sondagem pedida por si e que decorreu no final do mês de abril, percebeu que não tinha condições absolutamente nenhumas para ser candidato, atendendo a que o resultado era uma derrota estrondosa de Dinis Costa e do Partido Socialista de Vizela. Assim sendo, Dinis Costa retira a candidatura com medo de perder contra o Movimento Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017, que se formou após a cisão interna no Partido Socialista de Vizela.

Dinis Costa fica, assim, como um exemplo claro de políticos que não sabem sair e que estão agarrados ao poder, e que só tendo a certeza que iria perder é que desiste, tentando remendar um erro que nunca será esquecido pelos vizelenses e que fará sempre parte da história pessoal de Dinis Costa.


Esta posição de Dinis Costa fica para os anais da História política vizelenses como tudo o que não se deve fazer. Depois de dois mandatos conturbados, repletos de dúvidas e decisões desacertadas, apresenta a sua candidatura e desiste por medo de sair humilhado.

Contudo, e lamentavelmente, para Vizela e para os Vizelenses, a história política de Dinis Costa não termina por aqui e estou perfeitamente consciente que ainda vamos ter notícias suas nas páginas do Jornal, e não pelos melhores motivos.

Com esta desistência cobarde e ardilosa, Dinis Costa passou a responsabilidade para João Ilídio Costa, presidente da Direção da Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Vizela, a quem cumpre desde já deixar algumas palavras.

Em primeiro lugar, dar as boas vindas ao João Ilídio Costa e esperar que este seja garante de uma campanha elevada e democrática, contrariamente ao que foi afirmado pela sua futura Vice-presidente Dora Gaspar, aos microfones da Rádio Vizela, que iria fazer uma campanha para lavar a roupa suja e de baixo nível.

Em segundo lugar, afirmar publicamente, que eu tal como grande parte dos vizelenses, estou surpreendido com esta decisão atendendo aos seguintes três factos:

• João Ilídio Costa foi um dos primeiros impulsionadores da minha candidatura e garantiu-me que me apoiaria nesta minha caminhada, atendendo que me reconhece competência e capacidade, conforme afirmou publicamente no aniversário do ano passado da Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Vizela;

• João Ilídio Costa representa socialmente, alguém que leva os seus compromissos e responsabilidades até ao fim, nunca pensei que este abandonaria o projeto da Real Associação dos Bombeiros Voluntários de Vizela a meio;

• João Ilídio Costa criticou publica e veementemente ao longo dos últimos anos o atual presidente da Câmara Municipal de Vizela, Dinis Costa, não sendo compreensível que nesta altura e a 5 meses das eleições se colocasse ao seu lado e contra o projeto Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017, constituído por muitas pessoas que sempre estiveram ao seu lado nos mais variados projetos.

Cumpre concluir, reafirmando a firmeza do nosso projeto e desde já fazer dois humildes e democráticos pedidos ao Sr. João Ilido Costa:

Primeiro, escusa de ligar aos elementos que fazem parte da estrutura do movimento Vizela Sempre – Victor Hugo Salgado 2017, porque irá receber sempre a mesma resposta que recebeu até aqui, isto é, temos consideração por si mas já estamos comprometidos num projeto que acreditamos que representa o melhor para Vizela;

Segundo, boa sorte e não desista da sua candidatura a Câmara Municipal de Vizela.

MOVIMENTO VIZELA SEMPRE - VICTOR HUGO SALGADO 2017