O ddV saúda todos os candidatos às autarquias do Concelho de Vizela concorrentes às eleições de 1 de outubro. Viva o Concelho de Vizela.

Escorrências de Saneamento para a Ribeira da Agrela

COMUNICADO DA VIMÁGUA - Tendo a Vimágua sido indicada, por vários órgãos de comunicação social, como sendo a entidade responsável pelas escorrências de saneamento para a Ribeira da Agrela, nas Taipas, que se verificaram ontem, dia 29 de agosto, impõe-se o necessário esclarecimento, tendo em vista a reposição da verdade dos factos.

Assim, não é verdade que o coletor em causa pertença à Vimágua, facto evidente pela análise visual da tampa de saneamento que tem a inscrição "Águas do Ave".
Esta é, assim, uma infraestrutura afeta ao sistema multimunicipal de saneamento em alta, gerido, atualmente, pela Águas do Norte S.A., pelo que a atuação do Presidente da Junta de Freguesia de Caldelas é inqualificável, ao ter produzido acusações não verdadeiras, levianas e irresponsáveis. A atitude que seria própria e expectável de um autarca, genuinamente, preocupado com o ambiente, seria a de em primeira instância procurar a resolução do problema com a maior brevidade, comunicando a ocorrência à Águas do Norte S.A., ou, na dúvida, à Vimágua, tendo em vista a reparação da situação.

Ao que parece, o Presidente da Junta de Caldelas entendeu ser mais importante criar ruído mediático, através de uma delação enviesada, do que resolver o problema ocorrido.
Estas situações de escorrências de saneamento resultam, normalmente, de obstruções, de avarias em estações elevatórias ou da entrada em carga de coletores devido à afluência de águas pluviais.
No que respeita à rede da responsabilidade da Vimágua, temos realizado investimentos vultosos na fiscalização, identificação e correção das situações de ligações indevidas de águas pluviais e promovido inúmeras campanhas para informar e sensibilizar a população, para a correcta utilização da rede de saneamento.

A Vimágua continuará a pautar a sua atuação, como sempre o fez, na prossecução do interesse público e na defesa intransigente dos valores ambientais.
Guimarães, 30 de agosto de 2017
O Presidente do Conselho de Administração
Armindo Costa e Silva