O ddV saúda todos os candidatos às autarquias do Concelho de Vizela concorrentes às eleições de 1 de outubro. Viva o Concelho de Vizela.

Lasa assinala aniversário com gala e presta homenagem a 185 trabalhadores

Artigo do Jornal Digital T dirigido por Manuel Serrão


Tem quase meio século de existência. Tem cerca de 800 trabalhadores. Teve em 2016 um volume de negócios consolidado de 70 milhões de euros. É um dos gigantes dos têxteis lar, dispondo de uma rede de lojas próprias. E dedica-se ainda à produção de energia e à promoção imobiliária, na qual tem um investimento em curso na ordem dos 35 milhões de euros. Chama-se Grupo Lasa e tem todas as razões para celebrar.

É precisamente isso que vai fazer este sábado ao promover uma gala de aniversário, com a presença de políticos como o ministro da economia, Caldeira Cabral, uma orquestra e, sobretudo, a homenagem a 185 trabalhadores com 25 ou mais anos de casa.

Como se vê, os números expressam bem a razão da realização desta gala que irá decorrer no espaço Eskada de Vizela a partir das 19 horas deste sábado.

Tudo começa com a recepção aos convidados, desde a prata da casa às figuras da política local e nacional, como Dora Gaspar (Vice-presidente da Câmara de Vizela), Domingos Bragança (presidente da Câmara de Guimarães) e Ricardo Costa (Vereador da área Económica) e Manuel Caldeira Cabral (Ministro da Economia). São esperadas intervenções destas personalidades, bem como da figura maior do grupo Lasa, o fundador Armando da Silva Antunes.

Os discursos irão ocorrer entre o jantar de gala e a homenagem aos 185 trabalhadores. A festa segue depois noite dentro com uma After Party ao som da Orquestra Smooth.

“Será um evento onde serão homenageados todos os colaboradores do Grupo Lasa com mais de 25 anos de serviço que pela sua dedicação e desempenho, ajudaram o grupo a afirmar-se como uma referência no sector dos têxteis em Portugal e no Mundo”, descreve Sara Leite, Relações Públicas da empresa.

Fundada por Armando da Silva Antunes em 1971, após vários anos a laborar na área do comércio, mais especificamente na venda de lenços de bolso e panos de cozinha, em 1980, a empresa Lasa arrancou com um projeto industrial dedicado exclusivamente à produção de atoalhados em felpo para o banho.

Desde então, durante mais de 30 anos, a Lasa fundou e adquiriu empresas, numa política contínua de solidificação, criação de massa crítica, dimensão e procura de novas oportunidades, o que lhe permitiu ter hoje uma oferta ampla e complementar em tudo o que são produtos têxteis para a casa.

Todas as empresas do Grupo Lasa estão situadas no Norte de Portugal, em Guimarães, no coração da indústria têxtil, e todas possuem um parque de máquinas moderno, assente numa política de investimentos permanente, empregando mais de 800 pessoas e ocupando uma área coberta de cerca de 40.000 m2.

A excelência nos processos de criação e inovação, a sua capacidade produtiva, a plataforma logística criada e a dinâmica comercial desenvolvida e implementada, em resumo o “know-how” adquirido ao longo dos anos, foram e são os fatores de sucesso dos negócios do Grupo Lasa.

Após a sua afirmação exclusivamente no mercado nacional, durante dois anos, a empresa Lasa teve como primeira experiência internacional a Bélgica, em 1973. Somente no ano de 1979, decidiu expandir os seus negócios para o Reino Unido, a França e a Noruega, que manteve em consolidação até 1985.

Com a entrada de Portugal para a CEE, em 1986, e como consequência natural do alargamento do mercado interno europeu, foi então possível começar a fazer negócios em Espanha, Alemanha e Itália, que rapidamente passaram a ser mercados muito importantes.

A partir do ano de 1999, começou a exportar os seus produtos para os EUA e o Canadá, a que se juntou mais tarde o México, também. Os negócios com os Países Nórdicos iniciaram-se bem cedo, em 1979, essencialmente com a Noruega, à qual se foram juntando paulatinamente a Suécia, a Finlândia e a Dinamarca.

O Grupo Lasa opera com estrutura própria em Espanha e na Alemanha, desde os anos de 1999 e 2000, respetivamente. Possui, ainda, delegações comerciais em França, Itália, Reino Unido, Suíça e Japão devidamente preparadas para responderem a qualquer solicitação, em qualidade e com um serviço rápido.