VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Moreirense joga hoje nas Aves para o campeonato

Treinador Sérgio Vieira diz estar triste pela hora do jogo (18h15) que retira adeptos


O treinador do Moreirense considerou a partida de hoje com o Desportivo das Aves de "características muito especiais" não só por se tratar de um derby entre dois clubes cujas localidades dividem fronteiras territoriais mas também e sobretudo porque uma vitória permitirá aos cónegos deixar para trás na tabela classificativa o seu antagonista.

Recalcando um discurso habitual, Sérgio Vieira diz que a sua equipa está preparada para lutar pelos três pontos seguindo uma série de dois jogos (com o Vitória) sem derrotas: "Sabemos que será um jogo difícil diante duma equipa que promete criar grandes dificuldades e que joga em casa. Queremos vencer e para que isso aconteça temos de estar ao nosso melhor".
Já esquecido o afastamento da Taça da Liga, o treinador reafirma a ideia que a sua equipa está em curva ascendente e preparada para dar grandes alegrias a todos os moreirenses.

Sobre o mercado de Inverno referiu que os três últimos reforços dos cónegos Boubacar Fofana, Edno e Matheus Reis - já serão suficientes para as necessidades que o clube atravessava "tenho quase a certeza que não vamos necessitar de contratar maus ninguém até porque contratar jogadores em Janeiro é um pouco complicado porque lhes falta adaptação ao grupo de trabalho. Por isso devem ser contratações muito criteriosas. Estou satisfeito com os três reforços e com o plantel em si".

Instado a pronunciar-se sobre a hora do jogo numa zona altamente laboral e na qual pelas 18 horas muitos trabalhadores ainda estarão nos seus postos de trabalho, Sérgio Vieira referiu: " Estou triste que este jogo e o próximo com o Porto sejam em dias que não fazem arrastar muitos adeptos, que são a alma dos jogos, aos estádios. Se fosse noutro dia e horário a população de Moreira de Cónegos estaria em peso na Vila das Aves, assim é impossível e isso deixa-me triste. Ver bancadas vazias deixa-me sempre triste".