S. BENTO PADROEIRO DE VIZELA...11 de JULHO. SEJA BEM VINDO

Vizelenses em grande no Campeonato do Mundo de Combate

Realizou-se de 22 a 25 de Março no Pavilhão Expoeste das Caldas da Rainha o 8° Campeonato do Mundo Inter estilos (WAC), bem como a Feira Internacional da Cultura, considerado o maior campeonato de artes marciais da Península Ibérica, acolhendo atletas de 5 continentes e cerca de 80 países e com uma estimativa de 6500 atletas. Vizelenses Nuno Pinto e Nádia Pacheco entre os melhores.

NUNO PINTO, de Vizela.

A Associação Desportos de Combate KTF esteve presente com 31 atletas espalhados pelas varias
NÁDIA PACHECO, de Vizela
vertentes de Light(tatami) a KO(ring) entre os vários escalões etários, de juniores até veteranos.

A Associação obteve a excelente marca de 16 Campeões Mundiais, 17 Vice Campeões do Mundo e 14 honrosos terceiros lugares, em que grande parte dos atletas disputaram mais que uma vertente.
Sagraram-se Campeões do Mundo em Light WAC os atletas:

Pedro Sousa, Nuno Pinto, Inês Lima, Rui Macedo e Bruno Pereira.

Como Vice Campeões Mundiais de Light WAC ficaram:

Ruben Torres, Nádia Pacheco, Barbara Coelho, Marta Azevedo, Tiago Costa e ainda Bruno Sousa.

No lugar Mais baixo do pódio em Light WAC ficaram:

Ângelo Fernandes, Tiago Martins, Sandra Lopes, Luísa Silva, Vasco Cardoso, Paulo Faria, Bruno Martins e Nuno Gonçalves.

Na vertente de Rumble WAC mais vocacionado para os Miúdos ate aos 12 anos, sagraram Campões do Mundo : Ângelo Fernandes e Sofia Soares

Já na categoria de Semi WAC, foram Campeões Mundiais os atletas:

Ângelo Fernandes, Inês Lima e Barbara Coelho.

Como Vice Campeões:

Nuno Pinto, Sofia Soares, Pedro Martins, Bruno Pereira, Sandra Lopes, Marta Azevedo e Vasco Cardoso.

No 3 lugar ficaram:

Tiago Martins, Nadia Pacheco, Pedro Sousa, Bruna Ribeiro e Luísa Silva.

Nas vertentes de Ring de Low WAC e K1 WAC, sagraram Campeões do Mundo trazendo o cinto para Portugal:

Low WAC: Barbara Coelho, Ruben Torres, Nuno Gonçalves, Bruno Pereira.

Como Vice Campeão: Bruno Sousa.

E por ultimo em K1 WAC sagraram Campeões do Mundo arrecadando o tao desejado cinto: Tiago Castro e Vasco Cardoso.


Grande destaque também para a introdução do Semi WAC adaptado fruto de trabalho e do desenvolvido nos últimos anos pela Associação KTF que consegui com ajuda da Federação de Kempo implementar o depostos de combate adaptado no campeonato do Mundo WAC Inter Estilos. A prova foi um sucesso logo no ano de estreia, a mesma teve demostrações da parte tradicional com Katas e armas e parte desportiva de combate, levando o público ao rubro com entusiasmo e a prestação dos atletas presentes. A associação fez-se acompanhar por dois atletas oriundos da AIREV, Pedro Pereira o qual se sagrou Campeão do Mundo de Semi WAC adaptado e Paulo Oliveira que ficou em Terceiro lugar com exelente prestação, ficando aqui a prova que os desportos de combate tem quebrado barreiras, podendo ser praticado por todos, estando ao alcance de qualquer um.

Os dois atletas fizeram dois combates excelentes tanto a nível técnico como tático mostrando que não há barreiras que superem a vontade de vencer.
Ao fim de quatro dias frenéticos de prova, cheios de adrenalina e bastante desgastantes dado o elevado número de atletas inscritos e a importância e magnitude da prova o treinador Ivo Cardoso encontrava-se bastante satisfeito com as prestações dos seus atletas referindo mesmo que os resultados superaram as sua expectativas fruto do árduo trabalho que os atletas fizeram de preparação específica para esta prova bem como a coordenação e trabalho de equipa presente no seio da mesma.
Ivo Cardoso refere ainda que o campeonato estava muito competitivo, com muitos atletas, dizendo mesmo que quem olha para os resultados obtidos pela equipa podiam ser induzido em erro visto a quantidade de campeões e vices, mas refere que para chegar ao pódio muitos atletas tiveram que fazer 3 e 4 combates para chegar la, alertando mesmo para o facto da Associação KTF participou como equipa, tendo defrontado várias equipas internacionais bem como algumas seleções, das quais costuma vir os melhores atletas, o caso da Hungria, Roménia, França, Azerbaijão, Cuité, Servia entre outras.

O treinador refere que a equipa teve bem, todos deram o seu melhor e os resultados são espelho disso mesmo, tem pena que alguns atletas que se aplicaram não tenham chegado ao pódio mas numa prova destas e mesmo assim, e preciso ter sorte e evitar algumas seleções fortes nos primeiros combates.

Agora e altura de fazer balaços, corrigir e melhorar algumas coisas e preparar já o Campeonato mundial de Kempo que se ira Realizar na Hungria onde vai Participar com 5 atletas já em Fins de Abril, Ivo Cardoso vai como Selecionador de Júnior e Atleta levando consigo as promessas da equipa e modalidade, Nuno Pinto, Bruno Pereira, Ângelo Fernandes e Pedro Martins, todos eles com excelentes resultados neste ultimo campeonato, deixando em perspetiva o que podem fazer na Hungria.