VIZELA CIDADE NATAL 2018. APAREÇA.

Adega Avelino celebra hoje 50 anos

Casa fundada em 17 de Abril de 1968 por Avelino Novais Ribeiro tem programado para esta noite em Vizela um convívio com inúmeros clientes e amigos.

Agostinho Ribeiro e e esposa Rosa Neto pretendem que esta data fique na memória dos vizelenses e como tal propõe-se promover um convívio esta noite alusivo às bodas de ouro da Adega Avelino onde serão reportadas centenas de imagens relativas ao meio século de vida entre cantorias e palavras de circunstância.
Ao início da tarde Rosa Neto foi homenageada no restaurante com o descerramento de uma placa de reconhecimento pelo seu trabalho em prol daquela casa cabendo de forma informal a Victor Hugo Salgado descerrar juntamente com a homenageada a bandeira do concelho de Vizela que cobria o testemunho.

DATAS RELACIONADAS
1964 - Avelino e esposa abrem taberna em frente ao Parque.
1965 - Um ano depois mudam para a Rua Pereira Reis.

1968 - Abertura da Adega Avelino na Rua da Rainha.
2009 - Inauguração do Museu do Presunto
2010 - Lançamento do Vinho Avemus


UM AMIGO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL LOCAL
Agostinho Ribeiro sempre nutriu um grande carinho pela comunicação social local considerando que Vizela não seria a mesma sem a Rádio Vizela, o RVJornal, o Digital de Vizela e até finais de 2013 com o Notícias de Vizela.
Nesse sentido, é possível ver exposto no restaurante, situado na Rua da Rainha, inúmeros recortes de jornais versando os mais diversos assuntos, mormente as iniciativas que foram tomadas naquele estabelecimento de restauração. Outros adereços como inúmeras fotos fundem-se-se com a própria história de Vizela. Na passagem do 38º aniversário da Adega Avelino, Agostinho Ribeiro denominou uma parte na nova sala de serviço como o "Cantinho dos Jornais" querendo com isso reconhecer o trabalho da comunicação social de Vizela por tudo aquilo que ela tem feito em função da expansão do nome da sua terra (órgãos de informação que alguns anti-vizelenses gostariam de ver extintos na sua totalidade ou parte deles e que outros discriminam). Então, coube ao jornalista decano Abel Pinto, na altura diretor do Notícias de Vizela, o descerramento dessa placa de homenagem a toda a comunicação social de Vizela.
É bom que haja quem reconheça a importância do jornalismo local.
Como escreveu Bernardo Santareno na contra-capa do disco de Zeca Afonso "Traz Outro Amigo Também": «Ainda há algo cristalino. Nem tudo está podre no reino da Dinamarca». 
Parabéns Agostinho Ribeiro, Rosa Neto, Maria Dolores, Avelino Ribeiro, Alfredo Ribeiro, restantes irmãos e todos quantos deram vida para que esta casa somasse tão bonita idade.