VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Guimarães reduz custos da iluminação pública

Com apoio da Siemens e da Osram




Novas luminárias LED contribuem para a redução do consumo energético das zonas intervencionadas em até 65%
10.000 equipamentos fornecidos já estão em funcionamento
Solução apresentada foi desenvolvida em parceria pela Siemens e pela Osram



A Siemens foi escolhida pela Câmara Municipal de Guimarães para ajudar a aumentar a eficiência energética do município, mais propriamente na área da iluminação pública. A primeira fase do projeto previu a substituição de 10 mil luminárias por equipamentos mais eficientes, com tecnologia LED. As soluções apresentadas e instaladas no âmbito deste projeto foram desenvolvidas em parceria pela Siemens e a Osram.


A iluminação pública consome uma quantidade significativa de eletricidade e, nos municípios com sistemas mais antigos e ineficientes, pode representar entre 30 a 50%[1] dos consumos energéticos totais.


“Com esta alteração, nas zonas intervencionadas, Guimarães poderá registar reduções médias do seu consumo energético na ordem dos 65%, o que é significativo. Para além de reduzirem a fatura energética dos nossos clientes, estes projetos contribuem ainda para que as cidades alcancem as suas metas ambientais e de sustentabilidade“, disse Fernando Silva diretor da divisão Energy Management da Siemens Portugal.



De acordo com o Presidente do Município de Guimarães, Domingos Bragança, a alteração para a tecnologia LED “contribui para o bem-estar, respeitando e preservando o meio ambiente além de proporcionar uma melhor qualidade de vida às gerações futuras”, realçando, também, a importância da economia nos consumos energéticos.



“A Câmara de Guimarães está a investir no futuro, pois esta aposta na tecnologia LED permite a poupança dos consumos energéticos e essa fatura será consideravelmente reduzida no futuro, depois deste investimento no presente. A adoção desta tecnologia permitiu-nos aumentar a qualidade da iluminação pública do Município, bem como a segurança dos munícipes e reforçar a sustentabilidade da cidade”, concluiu.



As luminárias com tecnologia LED utilizadas, de 32W e 61W, têm várias vantagens face aos equipamentos convencionais que foram substituídos. Para além de exigirem menos manutenção, têm uma vida útil mais longa e não carecem de ser substituídos com a mesma frequência.





Ana Torres Pereira