FESTAS CIDADE DE VIZELA...7 a 14 agosto.Visite. Participe.

Figuras públicas usaram roupas do estilista vizelense Luís Carvalho nos Globos de Ouro da SIC

«Ganhou o Globo de Ouro de Melhor Estilista e foi homenageado na gala GQ Men of the Year em 2016 e tem vindo a ser cada vez mais requisitados por quem desfila nas passadeiras vermelhas e marca presença em eventos, em Portugal. Luís Carvalho tem 31 anos, nasceu em Braga, passou pelos ateliês de Filipe Faísca e Ricardo Preto, e é hoje um dos designers de moda portugueses mais falados» - o texto foi publicado por Fabíola Carlettis na MAGG


Apresentou-se na ModaLisboa pela primeira vez em 2013 e desde aí começou a vestir algumas figuras públicas nacionais e até internacionais. Conchita, vencedora do Festival da Eurovisão, vestiu Luís Carvalho duas vezes.

Apesar de já em outras edições dos Globos de Ouro se ter visto algumas celebridades a vestir Luís Carvalho, nesta 23ª edição foi ainda mais notável. Não pelo número de pessoas, mas pelo tipo de vestidos, como explicou o estilista à MAGG: “Acho que foi pelo facto de serem vestidos mais imponentes e marcantes que talvez tenha sobressaído mais o meu nome. Nas outras edições eram um pouco mais discretos.”
Inês Castel-Branco com vestido de Luís Carvalho

Imponentes, marcantes e criados especialmente para cada uma das figuras públicas, exceto o vestido de Ana Marques, que é da coleção primavera/verão do criador. “A Ana tinha experimentado um vestido da minha última coleção e era esse que ia usar, mas percebemos que não resultava em fotografia. Entretanto lembrei-me que ainda tinha este da coleção de verão e ficava-lhe lindamente.”

Cláudia Vieira, Sofia Cerveira, Inês Castel-Branco e Cláudio Ramos optaram por criações personalizadas. “A stylist da Cláudia contactou-me e disse-me apenas que queria um vestido muito diferente do que habitualmente usa, mais marcante. A Sofia, que tem a mesma stylist, usou uma criação minha nos Óscares e, por isso, quisemos seguir a mesma linha. A única dúvida foi a cor, que inicialmente era azul royal e acabou por ser branco. Com a Inês, que é minha amiga e com quem trabalho há anos, foi engraçado. Perguntei-lhe se ela queria que a voltasse a vestir, disse que sim mas que já sabia o que queria, e coincidiu exatamente com aquilo que eu queria fazer — um vestido dramático e com volume — então passados 15 minutos enviei uns desenhos e ficou fechado”, explicou.

Luís Carvalho foi distinguido pela Câmara de Vizela em 19 de Março
Os vestidos de Cláudia Vieira e Inês Castel-Branco foram feitos com tafetá de seda e o vestido de Sofia Cerveira em crepe. Materiais que usa muito nas coleções, apesar de usar outros ainda mais complexos,: “Na passerelle posso sempre arriscar mais do que em criações para a passadeira vermelha, em que normalmente as figuras públicas gostam de jogar mais pelo seguro.”

Mas não foram só mulheres que escolheram Luís Carvalho para este evento. Também o apresentador Cláudio Ramos e o ator Vítor Silva Costa usaram as suas criações. No caso de Cláudio Ramos, a cor foi a primeira decisão e depois adaptámos um modelo já existente. Já o ator optou por um fato da coleção outono/inverno 2018.


O designer, que define o seu estilo como minimalista com detalhe, tem na natureza a sua maior inspiração no momento de criação, apesar de também a música e arquitetura o inspirarem. As próximas coleções já estão a ser trabalhadas, mas agora, segundo o estilista, o foco é a internacionalização da marca.