S. BENTO PADROEIRO DE VIZELA...11 de JULHO. SEJA BEM VINDO

Câmara Municipal iniciou análises da água do rio Vizela

No seguimento da estratégia adotada para a despoluição do Rio Vizela, a Câmara Municipal iniciou as colheitas e análises da água do rio Vizela, a fim da identificação da água fluvial para a prática balnear na Zona Ribeirinha do Poço Quente.


As análises terão periodicidade quinzenal e realizar-se-ão em três pontos:

- zona ribeirinha;

- intersecção do ribeiro de Sá com o Rio Vizela;

- zona da Ponte Nova em Tagilde.


As análises iniciaram ontem e prolongam-se até ao dia 17 de setembro, sendo posteriormente enviadas à Agência Portuguesa do Ambiente.

Sendo a zona Ribeirinha do Poço Quente o local de eleição dos vizelenses para fruição do rio, estando já dotada de infraestruturas complementares que em muito beneficiam a prática balnear, o objectivo é criar um espaço próprio para banhos no ponto de maior acessibilidade, pela sua morfologia de cotovelo apertado, na margem esquerda.

De destacar também o trabalho que está a ser desenvolvido em parceria com a Vimágua, para a identificação das ligações indevidas às redes de água pluvial e de saneamento no Concelho, cujo objetivo é identificar ligações impróprias e, nesse sentido, reduzir eventuais focos de contaminação do Rio Vizela.

A qualidade da água é, por isso, determinante na prossecução deste objetivo e, ainda que aparentemente se constate uma melhoria do estado da massa de água do rio Vizela, o Município de Vizela, juntamente com todos os parceiros, incluindo a APA, desenvolverá todos os esforços no sentido de dar cumprimento ao Plano de Ação para a Despoluição da Bacia Hidrográfica do Rio Vizela.