"SE VIZELA NÃO É UMA TERRA GRANDE É SEM DÚVIDA A TERRA DE UM GRANDE POVO" - Américo Tomaz

Valinha de Polvoreira encerrou

Comissão Administrativa que liderou o Valinha nos últimos anos entregou as chaves das instalações que o clube ocupou nos últimos 25 anos à Junta de Freguesia de Polvoreira,
detentora daqueles espaços. Com esta acção. está formalizada a interrupção da actividade de um clube que nos últimos dois anos disputou os campeonatos da Associação de Futebol de Braga depois de se ter destacado no Futebol Popular de Guimarães.

Líder da Comissão Administrativa que geriu o Valinha nos últimos anos, Paulo Costa decidiu cessar funções, e não foi encontrada qualquer solução que permitisse a continuidade da actividade do clube. Isto não significa que 0 Grupo Desportivo da Valinha seja extinto. apenas que suspendeu a sua actividade desportiva na próxima época desportiva.

A Junta de Freguesia de Polvoreira, liderada por Carlos Oliveira, não pretende interferir neste processo. Agora na posse das instalações utilizada pelo Valinha. concretamente do campo. balneários e bar, a junta "lamenta" o período de vazio directivo que o clube está a atravessar. "Ao longo dos últimos anos, o Valinha deu muito à nossa terra. Mas, nos Últimos 15 ou 16 anos foi difícil encontrar uma Direcção ou Comissão Administrativa", disse Carlos Oliveira ao DESPORTIVO DE GUIMARÃES, lembrando que Paulo Costa "disse ao vosso jornal que estava cansado e não tinha mais condições para continuar. Por isso, os elementos da Comissão Administrativa decidiram entregar as chaves do património da junta. que o Grupo Desportivo da Valinha utilizou ao longo dos últimos anos. Tentamos ajudar todas as instituições da freguesia. com os espaços que temos. Agora, aguardamos que o Grupo

Desportivo da Valinha encontre uma solução o mais cedo possível".

No entender do autarca Carlos Oliveira, a junta de Freguesia não se deve imiscuir no processo. Na sua visão, a
junta "serve para apoiar as instituições,
que têm os seus associados. São esses que decidem o que devem fazer. Nas acções e projectos, a nossa junta de Freguesia está sempre pronta para apoiar. Nestes casos de indefinição directiva, devem ser os sócios a procurar resolver 0 futuro. A junta de Freguesia não deve interferir nos movimentos das associações".

Património vai ser revitalizado e valorizado

O património que o Grupo Desportivo da Valinha utilizou nos últimos anos será agora gerido pela junta de Freguesia. A autarquia tem um projecto para a sua requalificação, que, segundo Carlos Oliveira. visa a continuidade da prática desportiva.

“Queremos renovar aquele espaço, que é muito bonito. Queremos expandir para um parque de lazer e desportivo com outras dimensões e qualidade. já estávamos a tratar do projecto. a Comissão Administrativa do Grupo Desportivo da Valinha sabia que estamos preocupados em melhorar aquelas instalações, que não estão dignas para a prática desportiva. Depois de termos o projecto pronto, queremos encontrar os fundos necessários para a concretização da obra. Aquele espaço pode servir para tudo, desde o lazer ao (desporto. Queremos ter lá instalações que possam servir o Grupo Desportivo da Valinha e a população local. bem como escolas de formação de jovens jogadores da nossa região. Estamos a começar do zero e temos de ter tempo", acrescentou o autarca da junta de Freguesia de Polvoreira.

(Texto de Bruno Freitas, no Desportivo de Guimarães)