VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Moreirense impedido de competir

Segundo está a ser avançado pelo Jornal de Notícias, terá ficado provado que foram subornados futebolistas da Naval 1.º de Maio e do Santa Clara para ajudar o clube de Moreira de Cónegos a subir de divisão.

Segundo está a ser avançado pelo Jornal de Notícias, o Moreirense terá sido condenado esta sexta-feira a um ano de suspensão de competição depois de terem sido considerados provados quatro crimes de corrupção ativa, que, segundo o reportado, terão sido cometidos durante a temporada de 2011/12.


Em causa estarão somas de dinheiro pagas pelo emblema de Moreira de Cónegos a futebolistas da Naval 1.º de Maio e do Santa Clara para prejudicarem as suas equipas e ajudarem, por consequência, na subida de divisão do clube.

O clube ficou ainda obrigado ao pagamento de uma multa diária, durante 450 dias, de 250 euros, totalizando 112,500 euros de multa.

Neste processo, do qual vai recorrer o Moreirense, estavam ainda acusados o filho do presidente do clube Pedro Magalhães  e o vice-presidente à data Orlando Alhinho, sendo que ambos ficaram com penas suspensas e obrigados ao pagamento de valores na ordem dos mil a cinco mil euros a associações de solidariedade.

Neste processo está envolvido o defesa brasileiro Williams, jogador que antes deste caso representou o Vizela e depois do mesmo jogou no Fafe.
As televisões de informação estão a passar esta decisão até exaustão.