VIZELA CIDADE NATAL 2018. APAREÇA.

Guimarães, Cidade Natal” liga território, património e os Vimaranenses

Mercado de Natal, celebração do Património da Humanidade, concertos e a Passagem de Ano com palco alternativo na Plataforma das Artes e da Criatividade são algumas das novidades no programa de Natal em Guimarães.




“Guimarães, Cidade Natal” pretende ser um conceito que abranja o Património e o Território, com especial enfoque na cidade, durante este período festivo, proporcionando momentos de convívio e celebração entre os Vimaranenses e aqueles que visitam Guimarães. O programa de atividades, anunciado este sábado, desenrola-se entre o dia 1 de dezembro e 8 de janeiro. Logo no dia 1 de dezembro, pelas 17h30, procede-se à abertura do Mercado de Natal com um espetáculo de som e luz na inauguração Árvore de Natal, no Largo do Toural.



“Este programa foi pensado para os Vimaranenses se sentirem bem em casa, conferindo uma maior identidade com a cidade”, destacou o Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, enaltecendo o envolvimento das “associações, entidades culturais escolas e Juntas de Freguesia” nestas celebrações. Domingos Bragança realçou a extensão das atividades desde a Alameda de S. Dâmaso até à Plataforma das Artes e da Criatividade, além do Centro Histórico, local de tradição para milhares de vimaranenses na habitual passagem de ano. O Presidente da Câmara admitiu que “no próximo ano a celebração da passagem de ano até pode acontecer no Toural”, como referência à “sala de excelência” em Guimarães.



A Vereadora da Cultura e Educação, Adelina Pinto, evidenciou os pontos principais da linha de programação com base “num conceito diferente”, através de um programa diversificado. Nota de destaque para a celebração da Passagem de Ano, com um novo palco alternativo e criativo, na Praça da Plataforma das Artes e Criatividade - e o já habitual e icónico Concerto de Ano Novo, da Orquestra de Guimarães.



No Mercado de Natal, entre os dias 1 e 31 de dezembro, abre-se espaço para os mais jovens através de atividades para o público juvenil, com teatro, fantoches e marionetas, além da presença de um Comboio Infantil. A Música conquista o seu espaço com concertos protagonizados pelo Conservatório de Guimarães, Grupo Coral Infantil e Juvenil de Pevidém, Luca Argel e Mathilda. Nas várias Igrejas da Cidade decorrerão ainda os tradicionais Concertos de Natal.



Nas celebrações do património material e classificado do Centro Histórico, que comemora o seu 17º aniversário de registo na lista da UNESCO, no Ano Europeu do Património Cultural, destacam-se várias atividades entre os dias 13 e 14 de dezembro, desde a entrega dos trabalhos elaborados pelas escolas no âmbito do projeto “A minha turma adota um monumento”, a inauguração da intervenção urbana “As Paragens onde o Tempo Habita”, a apresentação do Estudo Antropológico das Festas Nicolinas e ainda a vertente do desporto com a Corrida do Património, agendada para o dia 13 de dezembro, às 21h00.



Na passagem de ano, o Largo da Oliveira e Praça de Santiago tornam-se palcos de referência com a atuação de “The Amazing Mapping Colletion (23h00 – 24h00) e Música eletrónica (00h00 – 03h00). Na Plataforma das Artes e da Criatividade abre-se o espaço para o público mais jovem, com Galgo (23h00), Throes and the Shine (00h30) e Xinobi (01h30).


Mais do que um evento, “Guimarães, Cidade Natal” pretende ser um conceito que abranja o Património Vimaranense e toda a vida do Concelho.