VIZELA CIDADE NATAL 2018. APAREÇA.

Pedreiras visionadas

Município de Guimarães procede a monitorização das pedreiras existentes no concelho


Continuidade do trabalho realizado em 2015 para apurar as questões de segurança, considerando a salvaguarda das pessoas e proteção ambiental.

A Câmara Municipal de Guimarães vai proceder à monitorização das pedreiras existentes no concelho e definiu já um plano de ação para atualização do levantamento das pedreiras, designadamente no que concerne às questões de segurança, prosseguindo um trabalho efetuado em 2015. Este processo será executado de forma transversal envolvendo a Divisão de Planeamento e Gestão Urbanística, Divisão de Fiscalização e Departamento de Obras Municipais.

Através dos dados disponíveis, existem pedreiras nas freguesias de Gonça, na União de Freguesias de Souto Santa Maria, Souto S. Salvador e Gondomar, na União de Freguesias de Leitões, Oleiros e Figueiredo e na União de Freguesias de Airão Santa Maria, Airão S. João e Vermil.

O processo de monitorização das pedreiras tem como objetivo apurar o estado do arruamento público, tendo em consideração a sua utilização com trânsito de transportes pesados; as infraestruturas existentes na proximidade (redes de abastecimento de água, rede de drenagem de águas residuais, rede de águas pluviais, rede de telecomunicações e rede de infraestruturas elétricas); as linhas de água; proximidade de habitações, vedação e anexos das pedreiras, bem como a confrontação com arruamentos públicos.

Além deste levantamento, o Município de Guimarães irá proceder ainda a identificação da entidade licenciadora, licença de exploração, proprietário e/ou explorador.

Considerando que a salvaguarda das pessoas está em primeiro lugar, a Câmara Municipal de Guimarães dá continuidade a um trabalho já elaborado em 2015, assumindo ainda a ressalva de uma estratégia integrada de valorização e proteção ambiental.