VISITE VIZELA, Santuário de S. Bento das Peras; Balneários Termais; Parque; Rio; Montanha; Património; História...

Seis projetos participativos para implementar

Intervenção ativa dos vimaranenses através do Orçamento Participativo


A vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Adelina Pinto, considera que o Orçamento Participativo é um instrumento que deve ser potenciado para a execução de projetos no território.

As propostas vencedoras do Orçamento Participativo (OP) 2018 foram apresentadas esta sexta-feira, 9 de novembro, numa sessão que contou a presença dos proponentes e autarcas das freguesias envolvidas. Adelina Pinto assumiu que a Câmara de Guimarães irá cumprir os procedimentos necessários para implementação dos projetos que tiveram maior votação neste OP.

“Existe um capital na sociedade vimaranense perante um olhar mais clínico sobre o território assente na vontade dos cidadãos. O Orçamento Participativo continua a ser uma metodologia que resulta de uma participação ativa e mais interveniente, sendo um caminho a ser feito pois o número de propostas pode sempre ser melhorado”, salientou a Vice-presidente da Câmara Municipal, enaltecendo a qualidade dos projetos apresentados.

As propostas vencedoras foram as seguintes: Desporto Para todos (50 mil euros); Requalificação dos Pontilhões entre Brito e Silvares (50 mil euros) e Projeto OfiSénior (25 mil euros) referentes ao Nível 1.

No Nível 2 as propostas vencedoras foram: Requalificação da Nascente do Rio Selho (31 mil euros); Escola de Saberes (42 mil euros) e Reavivar Memórias (36 mil euros).

Informa-se que Nível 1 reporta-se a propostas em áreas de intervenção com população (Censos 2011) igual ou superior a 4 mil habitantes, em que existia um número mínimo de votos de 500. O Nível 2 reporta-se a propostas em áreas de intervenção com população inferior a 4 mil habitantes, em que o número mínimo de votos correspondia a 10% da população (Censos 2011), posteriormente ajustado em proporção.

O número de propostas no Orçamento Participativo 2018 foi superior ao do ano anterior, registando-se ainda um acréscimo de quase dois mil votos na participação dos vimaranenses. Foram apresentadas 13 propostas na área da Sustentabilidade Ambiental, 8 propostas na área do Voluntariado e Solidariedade e 6 propostas na área da Cultura.


PROJETOS


Projeto: Requalificação dos Pontilhões entre Brito e Silvares

- Brito e Silvares

Proponente: António Jorge Martins Mendes da Silva



O projeto “REQUALIFICAÇÃO DOS PONTILHÕES BRITO ENTRE SILVARES” pretende ligar as duas margens do Rio Ave de forma a que as pessoas possam caminhar e atravessar as freguesias de forma segura, e também criar praias fluviais quer a sul da ponte de Brito e a norte, bem como no parque de merendas debaixo da ponte da autoestrada em Brito. Este projeto envolve as brigadas verdes de Brito, Silvares e Ponte para na margem do rio Ave fazerem uma ecovia em toda a extensão do rio que vai desde as Colinas do Ave passando pelos sete moinhos e vai até aos pontilhões que atravessam o rio e passa pelo parque de lazer de Ardão além da Rua de São José em Campelos - Ponte





Projeto: Ofisénior

- Guimarães

Proponente: Ana Catarina Novais Macedo



Este projeto insere-se no âmbito da Educação de Adultos e destina-se a seniores que se encontrem reformados ou em processo de pré-reforma e desempregados. Tem como objetivo instigar esta população-alvo a manter-se ativa através das diversas oficinas que serão desenvolvidas pela proponente, nomeadamente a de informática, neuroginástica (ginástica mental), vida saudável, cidadania, ginástica, e outras que serão desenvolvidas com o apoio de parcerias com outras organizações/projetos.





Projeto: Desporto para Todos

- Vale de São Torcato

Proponente: Luís Miguel Guedes de Sousa



O projeto “DESPORTO PARA TODOS” pretende incentivar a prática desportiva, o convívio coletivo e por conseguinte promover a consciencialização ambiental na forma da imprescindibilidade de se valorizar o Verde como futuro incontornável da qualidade de vida do ser humano. Construção do Parque Desportivo;
Colocação de Tabela de Basquetebol;
Colocação de rede central e de proteção Lateral; Colocação de Iluminação;



Projeto: Reavivar Memórias

- União das Freguesias de Sande Vila Nova e Sande São Clemente

Proponente: Vânia Patrícia de Sousa Cardoso



Requalificação do espaço exterior, da antiga escola de Sande são clemente.
Pretendemos que este seja um espaço conservador de ideias e imagens já vivenciadas por toda a comunidade, embora concebido para novo uso. Este espaço auxilia o edifício da antiga escola restaurado recentemente, para a criação de espaços que sirvam para a interação com a comunidade local e vizinhas, interagindo diretamente com a natureza, promovendo desta forma a sustentabilidade ambiental. Este projeto visa reavivar as histórias vividas pela comunidade local, com a criação de um local de convívio, com espaços verdes, combatendo a solidão presente na nossa sociedade.



Projeto: Escola de Saberes

- Freguesia de Aldão

Proponente: Mariana Castro Fernandes


Criar um espaço destinado à ocupação de Tempos Livres da população, com especial atenção para as crianças, jovens e seniores, através da implementação de Oficinas, com carater regular e periódico; combater a iliteracia e promover o conhecimento;
Combater o isolamento das pessoas mais idosas e sem ocupação; Promover convívio e a partilha intergeracional.



Projeto: Requalificação da Nascente do Rio Selho

- Freguesia de Gonça

Proponente: Carlos Manuel de Oliveira Ferreira



Estas nascentes/tanques/lavadouros do rio Selho tiveram uma grande importância social e económica para a freguesia no passado, para muitas pessoas era o único local onde podiam lavar as suas roupas e enquanto o faziam as mulheres aproveitavam para conversar sobre os temas mais recentes da freguesia, estes locais também tinham uma vertente económica, pela água que era utilizada para a rega da agricultura e para o seu consumo diário domestico. Não menos relevante é a sua importância atual para o rio Selho, que sendo um património natural que nasce na freguesia de Gonça, é um património natural do concelho de Guimarães.