VIZELA CIDADE NATAL 2018. APAREÇA.

“A minha casinha” sonhada e construída

Os alunos do 3.º ano da Escola Básica de São Miguel, do Agrupamento de Escolas de Infias, mais uma vez, manifestaram o entusiasmo e interesse que as obras da Educação Literária lhes despertam. Desta vez foi o poema “A minha casinha”, da obra “Poemas da Mentira e da Verdade”, de Luísa Ducla Soares que, após estudo do poema questionaram “E se construíssemos a nossa casinha?”.



Foi com grande interesse que esta proposta foi abraçada por cinquenta e cinco alunos, pais e amigos que se mobilizaram para construírem as casinhas: umas com desenhos, outras feitas de chocolate, de bolos, de cartões e diferentes materiais e tamanhos, mas todas elas construídas tendo sempre, por referência, as ideias e referências constantes no poema.

As excelentes qualidades dos trabalhos apresentados levaram a que todos os alunos da escola tivessem a oportunidade de eleger a que consideram a “mais bela/interessante”. Tratou-se, de facto, de, por um lado, um trabalho mobilizador e de excelente qualidade e, por outro lado, um momento de promoção do sucesso educativo e motivação para a leitura de obras literárias. 

Professora Fernanda Araújo – EB de São Miguel


Poema

A minha casinha
Fiz uma casinha
De chocolate.
Tapei-a por cima
Com um tomate.

Pus-lhe uma janela
De rebuçado,
E uma porta
De grão torrado.

Pus-lhe um chupa-chupa
Na chaminé,
A fazer de neve
Açúcar pilé.

A minha casinha
Bem saborosa,
Comi-a ao almoço
Sou tão gulosa!

Luísa Ducla Soares, “A minha casinha” in Poemas da Mentira e da Verdade”