Visite o Concelho de Vizela

PÁGINA ZERO

"As recepcionistas de alguns médicos devem pensar que são doutoras!!!.
Isto, porque perguntam, quase sempre, quando se chega a uma consulta, a razão da visita. E o paciente, por delicadeza, tem que responder, diante de todos, às perguntas que lhe fazem, o que se torna muito desagradável.
Não há nada pior que uma recepcionista perguntar o motivo da consulta, diante de uma sala de espera cheia de pacientes.
Uma vez entrei para uma consulta, aproximei-me da recepcionista, com um ar de pouco simpática.
- Bom dia, minha senhora!
Ao que a recepcionista respondeu:
- Bom dia, quais são as suas queixas? Porque veio à consulta?
- Tenho um problema com o meu pénis, respondi.
Como alguns dos presentes riram, a recepcionista alterou-se e disse-me:
- O senhor não deveria dizer coisas como estas diante das pessoas.
- Porque não? ... a senhora perguntou-me a razão da consulta e eu respondi.
A recepcionista disse-me, então:
- Poderia ter sido mais dissimulado e dizer, por exemplo, que teria uma irritação no ouvido e discutir o real problema com o Doutor, já dentro do gabinete médico.
Ao que eu respondi:
- E a senhora não deveria fazer perguntas diante de estranhos, se a resposta pode incomodar.
Então sorri, saí e voltei a entrar:
- Bom dia, minha senhora!
A recepcionista sorriu, meio sem jeito, e perguntou:
- Sim???
- Tenho um problema com o meu ouvido.
A recepcionista assentiu e sorriu, vendo que havia seguido o seu conselho e voltou a perguntar-me:
- E... o que acontece com o seu ouvido?
- Arde-me quando eu mijo...
As risadas na sala de espera foram incontroláveis..."

--------------------------------

Três esposas estão a conversar sobre os seus maridos, e a primeira diz:
– Os testículos do meu Manel são frios!!
A segunda diz: «Os do meu Xico também são frios!!»
A terceira diz: «Por acaso nunca reparei isso no meu marido. Hoje à noite vou ver e amanhã conto-vos».
No dia seguinte a mulher aparece toda roxa, magoada, sem dentes e com um braço partido. As amigas então perguntam:
– Maria, o que te aconteceu?!
Ela diz: « Ontem à noite meti a mão nos tomates do meu marido e disse-lhe: “Que estranho, os teus estão quentes, os do Manel e do Xico são frios!”
Não vi mais nada, acordei no hospital!

----------------------------------------------------------------------------------------------

................................................................

Dizem que o tempo cura tudo.
Se isso fosse verdade, as farmácias vendiam relógios.
--------------------------------------------------------------------------------------------------
--

---------------------------------------
POEMA DE BOCAGE

Quer seja curto ou comprido
Quer seja fino ou mais grosso
É um órgão muito querido
Por não ter espinhas nem osso
De incalculável valor
Ninguém tem um a mais
E desempenha no amor
Um dos papéis principais
Quando uma dama aparece
Ei-lo a pular com fervor
Se é de um rapaz, estremece
O de um velho, tem pouco vigor
O seu nome não é tão feio
Pois tem sete letrinhas só
_ _ _ _ _ _ _
1 2 3 4 5 6 7
Tem um R e um A no meio
Começa em C e acaba em O
Nunca se encontra sozinho
Vive sempre acompanhado
Por dois orgãozinhos
Junto de si, lado a lado
O nome destes porém
Não gera confusões
Tem sete letras também
Tem L e acaba em ÕES
1 2 3 4 5 6 7
Vou acabar com o embalo
E com as más impressões
Os órgãos de que eu falo...
São o coração e os pulmões

------
O médico chinês!
Um médico chinês veio para Portugal e, como não conseguia encontrar colocação em nenhum hospital, resolveu abrir um consultório e pôs esta placa na porta:
"Consulta: €20,00. Reembolso de €100,00 se não ficar curado."
Um advogado viu a placa e entrou no consultório, determinado a ganhar facilmente os €100,00.
- Advogado: "Perdi o sentido do paladar."
- Chinês: "Enfelmeila, tlaga o lemédio da caixinha 22 e pingue 3 gotas na boca do paciente."
- Advogado: "Credo, isto é petróleo!"
- Chinês: "Palabéns, lecupelou o seu paladal. Deve-me €20,00."
O advogado ficou irritado mas pagou e voltou alguns dias depois para recuperar o dinheiro.
- Advogado: "Perdi a memória e não me lembro de nada."
- Chinês: "Enfelmeila, tlaga o lemédio da caixinha 22 e pingue tlês gotas na boca do paciente."
- Advogado: "Mas aquilo é petróleo. Deu-me isso da última vez para recuperar o paladar."
- Chinês: "Palabéns, você lecupelou a sua memólia. Deve-me €20,00."
O advogado, furioso, pagou ao chinês e voltou uma semana mais tarde, determinado a ganhar os €100,00.
- Advogado: "A minha visão está muito fraca e não consigo ver nada com nitidez."
- Chinês: "Bem, eu não tenho nenhum lemédio pala isso. Tem aqui uma nota de €100,00."
- Advogado: "Mas isso é uma nota de €20,00!"
- Chinês: "Palabéns, está culado! Deve-me mais €20,00."
-------------------------------------------------------------------------

Um homem foi ao médico para marcar uma consulta para a sua mulher:
- Qual é o problema que a sua esposa tem?
- Sofre de surdez. Não ouve nada.
- Então o senhor vai fazer assim: Antes de vir com ela, pois só tem
consulta daqui a 15 dias, vai fazer um teste para facilitar o diagnóstico do médico. Você vai colocar-se a várias distâncias da sua esposa. Fale para ela normalmente, e quando vier, diz ao médico a que distância estava quando ela o ouviu. Certo?
Nesse dia, à noite, quando a mulher estava a preparar o jantar, o idoso lembrou-se então de fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher e pensou: Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora!"
- Maria... o que é o jantar?
Nada. Silêncio. Aproxima-se 5 metros .
- Maria... o que é o jantar?
Nada. Silêncio. Fica à distância de 3 metros:
- Maria... o que é o jantar?
Silêncio.. Por fim, encosta-se às costas da mulher e volta a perguntar:
- Maria! O que é o jantar?
- É frango, carago... É a quarta vez que te respondo!

MORAL DA HISTÓRIA: Por que será que os homens acham que os problemas são sempre das mulheres????
--------
----------------------
Um casalinho seguia no seu automóvel para a igreja onde iam casar quando são abalroados por um camião e morrem ambos.
Vão para o céu onde são recebidos por S.Pedro a quem perguntam se não seria possível casarem no céu já que não o tinham feito na terra.
S.Pedro disse que sim e que trataria pessoalmente de satisfazer tão nobre pedido.
Passaram 3 meses e nada! Foram ter com S.Pedro e perguntaram-lhe o que se passava, ao que ele respondeu:
– Não se preocupem, pois eu estou a tratar do assunto, não está esquecido.
Passaram-se 2 anos e casamento, nicles! S.Pedro, uma vez mais, assegurou-lhes que estava a tratar do assunto. Finalmente, passados 20
anos, vem S.Pedro a correr com um padre e dirige-se ao casalinho:
– Vamos, chegou a hora!
Fez-se o casamento e foram felizes durante algum tempo, mas passados uns meses foram ter com S.Pedro e disseram-lhe que as coisas não
estavam muito bem e que pretendiam divorciar-se.
– Pode conseguir-nos isso aqui no céu?
E S.Pedro responde:
– Estão a brincar comigo ou quê? Levei 20 anos a encontrar um padre aqui no céu. Como é que vou agora encontrar um advogado?
-------------------------------------------
------------------------------
"Saudades do meu marido que está no céu e me deixou no céu".
-----------------------------
Um estudante despedia-se dos pais rumo a uma longínqua Universidade.
O pai oferece-lhe uma Bíblia e diz: - Quando precisares de ajuda lê a Bíblia que Deus ajuda-te. Nela encontras remédio e solução para todos os teus problemas e necessidades.
Passado alguns meses o filho escreve ao pai pedindo-lhe 500 euros para uma necessidade urgente.
O pai respondeu apenas. Lê a Bíblia na página 120 que Deus ajuda-te.
Dias depois o filho volta a escrever:
- Pai, já li a Bíblia na página 120 e Deus não me ajudou. Continuo a precisar de dinheiro. A fé é importante mas não resolve tudo e Deus pode não ter tempo para mim. Estou desesperado. Por favor. Manda-me os 500 euros. Tenho coisas urgentes para pagar.
O pai respondeu noutra carta:
- Meu filho, Deus é um bom Pai e a todos ajuda. Lê a Bíblia na página 120 e serás ajudado. Acredita.
Passado algum tempo o filho voltou da Universidade para casa muito amuado com o pai e disse-lhe:
- Pai, eu ali tão longe desesperado com falta de dinheiro e tu mandaste-me ler a Bíblia uma série de vezes. Isso não se faz.
E o pai perguntou
- E tu leste a Bíblia na página 120 como te mandei?
- Claro que sim. Li três vezes.
- E o pai perguntou:
- Trouxeste a Bíblia contigo?
- Trouxe sim senhor. Está aqui.
- Então abre-a na página 120.
Ao abrir o livro sagrado na página 120 estava lá uma nota de 500 euros.
O filho arregalou os olhos e ficou sem palavras.
Então o pai disse-lhe:
- Fui eu que meti essa nota de 500 euros aí na página 120 quando te ofereci a Bíblia. Mas tu nem sequer abriste o livro. Mentiste.
--------------------------
Um amigo contou-me que houve uma noite em que chegou a casa bastante tarde e ao entrar no quarto deitou-se de mansinho às escuras e sem fazer barulho para não acordar a mulher. Mas depois de se deitar encostou-se à mulher e tiveram relações sexuais (rápidas para não demorar muito).
No dia seguinte a esposa pergunta-lhe se ele tinha vindo a casa dormir e se lera a mensagem que ela lhe tinha enviado para o telemóvel. Ele confirma que foi a casa dormir, diz que não viu a sms no telemóvel pois ficara sem bateria, acha estranha a pergunta da esposa e responde:
- Eu cheguei sem fazer barulho e depois de me deitar tivemos relações sexuais porque tu me desafiaste. Já não te lembras?»
- A esposa quase desmaiou a ouvir a resposta e diz:
- Quem estava na cama do nosso quarto era a minha mãe. Não era eu. Ela veio cá dormir e como o nosso quarto é mais quente deixei-a dormir lá. Eu telefonei-te e não me atendeste. Avisei-te na mensagem que te enviei...
- Pois mas eu não tinha bateria no telemóvel e não vi...
- E tu tiveste relações com a minha mãe...
- Caramba. Claro que sim. Eu pensei que eras tu. Eu ia lá adivinhar que era a tua mãe que estava deitada na nossa cama...
A esposa muito zangada vai ter com a sua mãe e diz-lhe:
- Então o meu marido iniciou relações sexuais consigo esta noite no escuro e você não lhe disse nada. Não lhe disse que era a sogra dele!!!!
A mulher respondeu:
- Tu bem sabes que eu ando zangada com ele há muito tempo e que não falo para ele.

---------

Um homem estava a construir uma casa e na hora de fazer o muro foi ter com o vizinho da frente e disse:
- Bom dia vizinho. O seu muro é do tamanho daquele que eu preciso de construir. Pode fazer o favor de me dizer quantos tijolos comprou?
E o vizinho respondeu:
- Comprei 200.
O homem lá construiu o muro mas sobraram muitos tijolos. Foi ter novamente com o vizinho e disse-lhe:
- Ó vizinho...há aqui qualquer coisa que não bate certo em relação ao muro.
- O que foi?
- Comprei 200 tijolos como você me disse e sobraram oitenta.
E o vizinho respondeu:
- Pois. A mim aconteceu-me o mesmo!!! Também me sobraram 80 tijolos.
-----------------
-------
O meu amigo começou uma dieta rigorosa: cortou nas bebidas, fritos, comidas pesadas e pratica corrida diariamente. Em 14 dias perdeu duas semanas.
----------
Quando tenho frio em casa vou à garagem buscar os cavacos para a lareira. Subo 36 escadas carregado como uma besta. Chego à sala com tanto calor que já não acendo a lareira. Quando começo a ficar novamente com frio pego nos cavacos às costas e vou levá-los à garagem. Fico a suar outra vez.
Já tenho estes cavacos há seis anos. Para cima e para baixo Não sujo a lareira, não gasto madeira nem acendalhas nem fósforos.
E não há frio que resista!


Ao chegar mais cedo a casa, um homem encontra a sua mulher na cama, nua e ofegante…
– Que tens, meu amor? Sentes-te bem?
Aflita, responde a mulher:
– Acho que estou a ter um ataque de coração…
O filho do casal irrompe no quarto:
– Papá, o tio Armindo está todo nu na casa de banho!
O homem corre para a casa de banho e dá de caras com o familiar:
– Parece impossível, Armindo! A tua cunhada a ter um enfarte e tu aqui a assustar as crianças!
...............

Três Advogados e três Engenheiros viajam de comboio para uma conferência.
Na estação, os três Advogados compraram um bilhete cada um, mas viram que os três Engenheiros compraram um só bilhete.
– Como é que os três vão viajar só com um bilhete? (perguntou um dos Advogados)
– Espere e verá – respondeu um dos Engenheiros.
Então, todos embarcaram.
Os Advogados foram para suas poltronas, mas os três Engenheiros trancaram-se na casa de banho.
Logo que o comboio partiu, o fiscal veio recolher os bilhetes.
Bateu na porta do wc e disse:
– O bilhete, por favor.
A porta abriu só um a frestinha e apenas uma mão entregou o bilhete. O fiscal pegou e foi embora.
Os Advogados viram e acharam a ideia genial.
Então, depois da conferência, os Advogados resolveram imitar os Engenheiros na viagem de volta e, assim, para economizar um euritos (reconheceram a boa ideia dos Engenheiros, porém com a criatividade que é peculiar da própria profissão, resolveram melhorar).
Quando chegaram à estação, a história repetiu-se, ou seja, os Engenheiros compraram só um bilhete mas, para espanto deles, os Advogados não compraram nenhum…
– Mas, como é que vocês vão viajar sem bilhete? (um Engenheiro perguntou perplexo).
– Espere e verá – respondeu um dos Advogados.
Todos embarcaram, os Engenheiros foram para uma casa de banho e os Advogados para a outra ao lado.
O comboio partiu. Logo depois, um dos Advogados saiu, foi até à porta do WC dos Engenheiros, bateu e disse:
– O bilhete, por favor!!!!
---------------------------------------------

Perante a actual crise, A ONU resolveu fazer uma grande sondagem mundial.
A pergunta era: "Por favor, diga honestamente, qual a sua opinião sobre a escassez de alimentos no resto do Mundo."
O resultado foi desastroso:
- Os Europeus do Norte não entenderam o que é "*escassez*".
- Os Africanos não sabiam o que era "*alimentos*".
- Os Espanhóis não sabiam o significado de "*por favor*".
- Os Norte-americanos perguntaram o significado de "*o resto do Mundo*".
- Os Cubanos estranharam e pediram maiores explicações sobre "*opinião*".
- O Parlamento português ainda está a debater sobre o que significará a expressão "diga honestamente".


-------------------------------

O polícia manda parar o automobilista e diz-lhe:
- O senhor vinha a fazer uma condução muito irregular... O senhor bebeu?
- Bebi, sim... Mandei abaixo duas garrafinhas de branco num baptizado a que fui hoje, e claro que no fim tomei um digestivozito... Ah, e também bebi uns martinis antes do almoço... Uns dois ou três... Ah, e brindei com champanhe, claro está! E tenho aqui esta cervejita, também, que trouxe para o caminho e que já vai a meio...
- O senhor vai ter que sair da viatura, para soprar o balão.
- Porquê, senhor guarda? Não acredita em mim?


No tribunal, o juíz pergunta:
- E porque é que não devolveu a pulseira?
- Porque por dentro dizia "tua para sempre"...
---------------------------------------------------------

Um sujeito pergunta a outro:
- Tem horas? É que eu não tenho relógio.
- Tam-tam-tam...
- Três horas? Obrigado.
- Nã-não. Tam-tam-também nã-não te-tenho re-re-lógio.
-------------------------------------------------------------------
Dois miúdos estão a conversar:
- O que é que o teu pai faz?
- É advogado.
- Sério?
- Não, um dos normais.
---------------------------------------------------------------------------------------------------
O juíz pergunta ao réu:
- Então e quando assaltou a loja, não pensou na sua mulher e nos seus filhos?
- Ó senhor doutor juiz... Eu pensar até pensei... Mas lá só havia roupa para homens!
--------------------------------------------------------------

Qual é a diferença entre um homem e uma mulher?
Uma mulher casa com um homem na esperança de que ele mude e ele não muda. Um homem casa com uma mulher na esperança de que ela não mude e ela muda.
------------------------------------------------------------------------------

O indiozinho, intrigado com o nome que tinha, perguntou ao pai:
- Ó pai, como é q tu escolheste o meu nome quando eu nasci?
- Na nossa tribo existe uma tradição. Assim que o indiozinho nasce, o pai pega nele ao colo a sai da tenda. Ao olhar para foram o pai deve inspirar-se na primeira coisa da natureza que vir para dar o nome ao filho. Ao nascer a tua irmã, por exemplo, saí da tenda e vi uma nuvem muito bonita, por isso chamei-a de Nuvem Prateada. No caso do teu irmão, saí da tenda e vi o pôr-do-sol. Por isso chamei-o de Sol Vermelho! Percebeste, Cão a Cagar?
[ler mais]