Centro Histórico de Guimarães celebra 17 anos como Património Mundial da UNESCO

Programa extenso ao longo de dois dias, com exposições, conferências, trabalhos das escolas, corrida pelo Património e concertos.




Guimarães comemora na próxima quinta-feira, dia 13 de dezembro, o 17º aniversário da inclusão do Centro Histórico na lista do Património Mundial da UNESCO. O programa de iniciativas estende-se ao longo de dois dias, com destaque para a entrega dos trabalhos “A minha turma adota um monumento”, realizado pelas escolas do concelho, visitas guiadas aos museus, inauguração da exposição “Património 360°, a intervenção urbana “As Paragens onde o tempo habita”, a apresentação do Estudo Antropológico das Festas Nicolinas de Guimarães e, entre outros, a realização do concerto do Quarteto de Cordas de Guimarães (dia 13) e apresentação do primeiro disco de Pedro Emanuel Pereira (dia 14).



Pedro Emanuel Pereira é considerado um dos mais destacados pianistas portugueses da sua geração. Com apenas 15 anos de idade, venceu a categoria superior até 24 anos do Concurso Internacional de Piano “Cidade de San Sebastian”, em Espanha. Em 2014, venceu o prémio Hvorostovsky no Concurso Internacional “PianoVoce”, em Moscovo, e vencedor em 2017 do Concurso Internacional “Santa Cecília” no Porto.



Na vertente cultural, nos dias 13 e 14 de dezembro, A Oficina e o Centro em Rede de Investigação em Antropologia – UMinho, em colaboração com o Instituto de Etnomusicologia – Centro de Estudos em Música e Dança (INET-md), organizam ainda a 2ª edição do “Em Concreto”, um encontro que tem como objetivo juntar funcionários de instituições culturais, decisores políticos, investigadores, participantes em iniciativas patrimoniais locais, e propor um esforço de reflexão e criatividade aplicadas a uma intervenção etnográfica centrada nas dinâmicas sociais e culturais contemporâneas.



A noção de “património cultural imaterial”, instituída há pouco mais de 10 anos, tem suscitado uma grande atenção por parte da sociedade portuguesa. Numerosos instrumentos, projetos e formações, num quadro institucional ou particular, têm tentado responder a este interesse. Estas iniciativas são agora suficientemente numerosas e desenvolvidas para permitir uma tentativa de confrontação das expetativas e das experiências com a realidade que encontram e constroem no terreno.



Adelina Paula Pinto fará as honras de abertura do encontro, estando previstos quatro painéis ao longo do primeiro dia: “Expetativas, experiências, perspetivas dos municípios”, às 09h45; “Expetativas, experiências, perspetivas dos investigadores”, às 11h00; “Expetativas, experiências, perspetivas das comunidades”, às 14h30; e “As perspetivas e o papel da UNESCO”, às 15h30. Um dos destaques da conferência será a apresentação do Estudo Antropológico das Festas Nicolinas de Guimarães, por Jean-Yves Durand, marcada para as 16h00 de quinta-feira, com entrada livre, no Centro Internacional das Artes José de Guimarães.







Estas iniciativas integram o programa “Guimarães, Cidade Natal”, cujo programa completo é o seguinte:



PROGRAMA

COMEMORAÇÕES DO PATRIMÓNIO
17º aniversário da Inclusão do Centro Histórico na Lista do Património Mundial da UNESCO

13 DEZEMBRO

09h30-17h00
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Conferência EM CONCRETO (2)
O “Património Cultural Imaterial” no Terreno
Expetativas, Experiências, Perspetivas

10h30
Câmara Municipal de Guimarães
Entrega dos trabalhos “A minha turma adota um monumento”
(Turmas das Escolas E.B. 2,3 Virgínia Moura e E.B. 2,3 Fernando Távora)
Antigos Paços do Concelho; Claustros do Museu Alberto Sampaio; Convento de Santa Clara; Igreja Nossa Senhora de Oliveira; Castelo de Guimarães; Igreja de S. Miguel; Paço dos Duques de Bragança.
(patente até 27 de dezembro)

11h00
Paço dos Duques de Bragança Visita Geral ao Paço dos Duques

11h30
Antigos Paços do Concelho – Arcadas
Inauguração da exposição “Património 360°”
Largo Cónego José Maria Gomes; Largo da Misericórdia; Largo da Oliveira; Largo de Donães; Largo Martins Sarmento; Praça de S. Tiago; Zona de Couros

12h00
Museu de Alberto Sampaio
Lenda da Oliveira - Teatro de Sombras

15h00
Inauguração da intervenção urbana “As Paragens onde o tempo habita”
Viagem em autocarro com início no Palácio Vila Flor

16h00
Centro Internacional das Artes José de Guimarães
Apresentação do Estudo Antropológico das Festas Nicolinas de Guimarães

18h00
Arquivo Municipal Alfredo Pimenta
Assinatura do contrato de doação do arquivo pessoal de João Xavier de Carvalho efetuado entre o Município de Guimarães e Maria Alice Xavier de Carvalho. In memoriam de João Xavier de Carvalho pelo prof. Fernando Capela Miguel

18h30
Paço dos Duques de Bragança
Apresentação do livro “Vestir à Mesa” de Ana Marques Pereira

21h00
Praça de S. Tiago (início e chegada)
Corrida pelo Património

21h30
Igreja de Nossa Senhora da Oliveira
Quarteto de Cordas de Guimarães

14 DEZEMBRO

10h00-16h00
Casa da Memória de Guimarães
Conferência EM CONCRETO (2)
O “Património Cultural Imaterial” no Terreno Expetativas, Experiências, Perspetivas

21h30
Centro Cultural Vila Flor – Grande Auditório
Concerto de apresentação do 1º disco de Pedro Emanuel Pereira

Partilhar