D. Jorge Ortiga e Jorge Olímpio Bento debatem o valor ético e social do desporto

D. Jorge Ortiga e Jorge Olímpio Bento participam no dia 17 de abril na conferência “O Valor Ético e Social do Desporto” a realizar, a partir das 21 horas, no Pequeno Auditório do Centro Cultural Vila Flor em Guimarães.


Promovida pela Tempo Livre, através do Centro de Estudos do Desporto – Guimarães, a iniciativa assinala o início do Ciclo de Conferências subordinadas ao tema “O Desporto é um assunto sério”.

A conferência será moderada pelo sociólogo Esser J. Silva e contará com a presença de D. Jorge Ortiga (Arcebispo Primaz de Braga e Doutor em História Eclesiástica pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma) e Jorge Olímpio Bento, Professor Catedrático Jubilado da Faculdade de Desporto da Universidade do Porto. A entrada é livre (até ao limite da capacidade do espaço).

O Desporto move milhões de pessoas em tudo o mundo. Direta e indiretamente, envolve desde os mais jovens aos seniores, integrados em clubes ou por iniciativa própria, em regime formal ou informal, da alta competição à simples fruição.

O Desporto é um fenómeno de massas e um território dual que deriva das vitórias às derrotas, das alegrias à tristeza, do sucesso à frustração.

Formador de homens e mulheres, o desporto revela hoje sintomas que nos obrigam a refletir, sobretudo, nos valores humanos e sociais que associamos à prática desportiva e que podemos colocar em risco.

Autor da Carta Pastoral do Desporto 2018, D. Jorge Ortiga reflete o Desporto como uma “Escola de Humanidade” sem esquecer que a igreja também tem um papel para tornar o desporto “verdadeiramente humano e aberto a valores intemporais”.

Jorge Olímpio Bento dedicou toda a sua vida académica à reflexão crítica e defesa do desporto e do seu valor para o homem. Autor de centenas de artigos científicos e livros de ciência desportiva, promoveu, em 1989, o Fórum Desporto Ética Sociedade em cujas atas destaca: “Da mesma maneira que o desporto apenas alcança sentido e significado no contexto integral da vida, também a ética do desporto somente encontra referências orientadoras no horizonte dos axiomas, critérios e princípios de uma ética que apreenda a totalidade da vida humana”.

Partilhar