Festas Nicolinas 2019 começam esta sexta-feira em Guimarães


Vimaranenses preservam com vigor a tradição do cortejo do Pinheiro. Desfile abre Nicolinas 2019, que decorrem até 07 de dezembro.
A tradição do Cortejo do Pinheiro mantém-se viva. Na noite de sexta-feira, 29 de novembro, estudantes e antigos estudantes de Guimarães saem à rua para cumprir aquele que é considerado o mais participado número nicolino.


O Presidente da Câmara Municipal, Domingos Bragança, enaltece o “espírito Nicolino” bem patente numa “festa única em Portugal” e apela ao respeito pelos valores desta tradição secular. “Os Vimaranenses preservam com vigor esta tradição, transmitindo-a de geração para geração e de uma forma espontânea, como se verifica no entusiasmo dos nossos jovens e, principalmente, dos antigos estudantes de Guimarães”.


O Cortejo do Pinheiro arrasta milhares de pessoas, e na opinião do Presidente da autarquia “deve ser encarado uma manifestação que é muito própria dos Vimaranenses. Só quem vive as Festas Nicolinas, com a sua cultura estudantil e comunitária, é que sabe o que representa ser Nicolino”, destacou ainda Domingos Bragança.

O Cortejo do Pinheiro inaugura anualmente as Festas Nicolinas, conhecidas como os festejos dos estudantes de Guimarães. O programa das Nicolinas decorre até 7 de dezembro, com a realização das Novenas (1 a 7 de dezembro), Posses/Magusto (4 de dezembro), Pregão (5 de dezembro), Maçãzinhas e Danças de São Nicolau (6 de dezembro), o Baile (7 de dezembro) e ainda o número das “Roubalheiras” em data surpresa.



Trânsito condicionado

No âmbito do Cortejo do Pinheiro, informa-se que o trânsito será proibido esta sexta-feira a partir das 21h00 ao longo do seguinte percurso: Rua D. Teresa, Rua Joaquim de Meira, Avª General Humberto Delgado, Largo Navarros de Andrade, Rua de Santo António, Largo do Toural (nascente), Alameda de S. Dâmaso (norte), Largo da República do Brasil (poente) e Largo S. Gualter.



Estacionamento

Considerando o normal condicionamento de estacionamento, informa-se os Munícipes para a disponibilidade de uso dos Parques de Estacionamento Municipais, nomeadamente de Parque de Camões, Parque da Condessa Mumadona, Parque das Plataforma das Artes, Parque do Centro Cultural Vila Flor, Parque de Estacionamento Central (Estádio), assim como o Parque do Mercado Municipal e o recinto da Feira Semanal.



Conselhos da PSP
O comando distrital da Polícia de Segurança Pública (PSP) deixou um alerta derivado ao cortejo do Pinheiro. “Em primeiro lugar, recomenda-se a quem pretender deslocar-se para o cortejo em viatura particular, que estacionem em zonas bem iluminadas e não deixem objetos de valor visíveis do exterior”, refere o comunicado.
“Caso precise deixar alguma coisa na viatura deve guardá-la no porta-luvas ou na mala, mas antes de iniciar a sua viagem. Se o fizer quando chega ao destino, alguém pode estar a observar os seus movimentos e aproveitar depois, a sua ausência, para furtar o que deixou no interior da viatura”, aconselha. Apela-se ainda para que se evite ingerir bebidas alcoólicas e dirigir, evitar manobras perigosas e não exceder os limites de velocidade.



Tradição com séculos
O desfile do Pinheiro na noite de 29 de novembro, inaugura anualmente as Festas Nicolinas, conhecidas como os festejos dos estudantes de Guimarães, cuja origem remonta à devoção religiosa dedicada a São Nicolau, oriundo da Ásia Menor que terá vivido nos séculos III e IV. O culto terá chegado a Guimarães através dos peregrinos de vários pontos do país e do estrangeiro que aqui se deslocavam para venerarem Nossa Senhora de Guimarães (Padroeira de Portugal até ao séc. XVII) e, também, através da passagem de romeiros de/e para Santiago de Compostela, que terão deixado como marca a sua devoção a São Nicolau.



Inicialmente, as festas só eram celebradas a 6 de dezembro, dia que está reservado no calendário religioso a São Nicolau. Nesse dia de manhã, os estudantes participavam na missa com sermão e, de tarde, as celebrações assumiam um carácter profano com a realização de jogos populares.



Com o passar dos tempos, verificou-se que um dia para festejos a São Nicolau não era suficiente e incluiu-se também o dia 5, data em que era anunciado o programa do dia 6 através de um pregoeiro que percorria as ruas da cidade. Mais tarde, os festejos foram alargados a oito dias, entre 29 de novembro e 07 de dezembro. Novenas, Posses, Magusto, Roubalheiras, Pregão, Maçãzinhas, Danças São Nicolau e Baile Nicolino completam o programa, além do Cortejo do Pinheiro.

Partilhar