Município de Guimarães distinguido com Selo da Diversidade 2019

Atribuição pela Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão na categoria de Cultura Organizacional




A atribuição do Selo da Diversidade ao Município de Guimarães decorreu na passada segunda-feira, 28 de outubro, durante o Fórum da Diversidade, que decorreu no Museu da Eletricidade, em Lisboa.



Esta distinção na Cultura Organizacional surge na sequência de uma candidatura feita ao Selo da Diversidade, uma iniciativa da Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão (APPDI).



O Selo da Diversidade, promovido pela APPDI, é uma distinção de prestígio, a que as organizações signatárias se podem candidatar, apresentando projetos e práticas inovadoras e com impacto ao nível da promoção da diversidade, em alguma das seguintes categorias: Compromisso da gestão de topo e dos outros níveis hierárquicos; Cultura organizacional; Recrutamento, seleção e práticas de gestão de pessoas; Desenvolvimento profissional e progressão na carreira; Comunicação da Carta e dos seus princípios; Condições de trabalho e acessibilidades.



O júri foi composto por Rosário Farmhouse (presidente da Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens), Maria Julieta Sanches (presidente da direção da Fenacerci), Fausto Amaro (professor catedrático e presidente da Atlântica – Escola Universitária de Ciências Empresariais, Saúde, Tecnologias e Engenharia), Pedro Neves (professor associado da Nova SBE) e Maria Castro Almeida (consultora do Inclusive Community Forum da Nova SBE).



O município de Guimarães, através do Espaço Municipal para a Igualdade, concorreu à categoria Cultura Organizacional com as Ações de Sensibilização EMI - Explore the gender, Move the mind and Inspire your world, que têm sido implementadas nos estabelecimentos de ensino do nosso concelho e que, além da equipa técnica do Espaço, contam com a colaboração do Projeto TABU!. Nos últimos dois anos estas ações abarcaram mais de 1000 participantes.



Refira-se ainda que Câmara Municipal de Guimarães constituiu-se entidade signatária da Carta Portuguesa para a Diversidade, uma iniciativa da União Europeia que visa encorajar as entidades empregadoras e demais organizações a implementar e desenvolver políticas e práticas de promoção da diversidade, em outubro de 2017. No final de 2018, a Carta Portuguesa para a Diversidade decidiu criar a Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão, cuja direção é atualmente presidida pela EDP.

Partilhar