Augusto Soares (Ministro)




Augusto Soares, pai de D. Elisa, foi Ministro interino da Justiça dos Cultos do 8º Governo Republicano durante nove dias entre 12 de dezembro de 1914 e 21 de dezembro de 1914 sendo rendido por José Maria Barbosa Magalhães?

Outra referência

Soares, Augusto Vieira (1873-1954)

Formado em direito. Professor do Instituto dos Pupilos do Exército. Preso como republicano em 1908. Governador civil de Coimbra (1912-1913), Braga (1913-1914) e Santarém (1915). Deputado desde 1915.

Ministro dos negócios estrangeiros nos governos de Vítor Hugo Azevedo Coutinho, de 12 de Dezembro de 1914 a 24 de Janeiro de 1915; de José de Castro, de 17 de Maio a 29 de Novembro de 1915; de Afonso Costa de 29 de Novembro de 1915 a 15 de Março de 1916; ministério da União Sagrada, presidido por António José de Almeida, de 16 de Março de 1916 a 25 de Abril de 1917; de Afonso Costa, de 25 de Abril a 8 de Dezembro de 1917.

 
Debate de Augusto Soares na Assembleia da República com um ministro alemão defendendo o português a neutralidade de Portugal e escudando-se da acusação de que Portugal prestava vassalagem à Inglaterra e assassinou dois oficiais alemães. Ler aqui

Exoneração de Augusto Soares

Augusto Soares reunido com o Ministro alemão. Narrativa da RTP. Ler aqui

EM ATUALIZAÇÃO

Partilhar