GNR Atividade operacional das últimas 12 horas

A Guarda Nacional Republicana, para além da sua atividade operacional diária, levou a efeito um conjunto de operações, em todo o território nacional, entre as 20h00 de sábado e as 08h00 de hoje, domingo, que visaram a prevenção e combate à criminalidade violenta, fiscalização rodoviária, entre outras, registando-se os seguintes dados operacionais:




1. Detenções: 56 detidos em flagrante delito, destacando-se:

· 39 por condução sob o efeito do álcool;

· 13 por condução sem habilitação legal;



2. Apreensões:

· Nove doses de liamba.



3. Trânsito:

Fiscalização: 583 infrações detetadas, destacando-se:

· 99 por excesso de velocidade;

· 99 por condução com taxa de álcool no sangue superior ao permitido por lei;

· 29 por falta de inspeção periódica obrigatória;

· 21 relacionadas com tacógrafos;

· 21 por falta ou incorreta utilização do cinto de segurança e/ou sistema de retenção para crianças;

· 16 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório;

· Seis por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.



Sinistralidade: 58 acidentes registados, destacando-se:

· Um ferido grave;

· 27 feridos leves.


Jogo de futebol entre a União Desportiva Oliveirense e o Clube Desportivo Feirense



O Comando Territorial de Aveiro, através do Destacamento Territorial de Oliveira de Azeméis, no dia 18 de janeiro, desenvolveu o policiamento do espetáculo desportivo no Estádio Carlos Osório, entre a União Desportiva Oliveirense e o Clube Desportivo Feirense, jogo a integrar a LigaPro de Futebol 11.

No âmbito do jogo em apreço, aquando do golo do Clube Desportivo Feirense, os respetivos adeptos, que se encontravam na zona do estádio com condições especiais de acesso e permanência, subiram violentamente o gradeamento, resultando na abertura de porta de emergência, que existe entre essa separação física, injuriando e incentivando à violência contra os espetadores afetos à outra equipa. Foi necessária a intervenção da GNR para materializar um cordão de segurança, sendo possível restituir a ordem pública e sanando a contenda.

No final do jogo, verificou-se, de novo, que após um lance desportivo associado a uma grande penalidade, alguns dos adeptos do Clube Desportivo Feirense, treparam, violentamente, o gradeamento de metal, injuriando, incentivando à violência e cuspindo nos adeptos adversários, entre os quais menores e idosos, pelo que em ato contínuo, foi criado um cordão de segurança junto ao gradeamento, por forma a controlar a situação e a repor a ordem pública e acalmar a possível contenda que se poderia originar entre os adeptos.

Neste seguimento, um dos adeptos, com uma atitude exaltada, recusou-se a descer do gradeamento, tendo sido interpelado por um militar da Guarda com o intuito de acalmá-lo e fazer cessar a ação. De uma forma inusitada e inesperada este adepto, tomou uma atitude violenta, empurrando o elemento da força de segurança, proferindo ameaças e expressões injuriosas. No seio da altercação, um outro militar, com o intuito de precaver um litígio de maior expressão, deslocou-se junto do adepto, solicitando para manter a calma, que não proferisse tais manifestações e que se deslocasse para longe do gradeamento. Nesse momento, o adepto verbalizou injúrias e ameaças, desta feita, de tal forma violenta e exaltada, que agrediu este militar da Guarda com socos no peito e braços.

Não se vislumbrando outra solução para fazer cessar o conflito e a violência, foi emanada voz de detenção ao adepto em causa. Tendo sido indispensável utilizar a força estritamente necessária para encaminhar o ora detido para fora da zona onde se encontravam os restantes adeptos que reagiram desproporcionadamente, sendo acionadas duas equipas do Destacamento de Intervenção que se encontravam de reserva, para a bancada dos adeptos do Clube Desportivo Feirense, por forma a sanar a contenda verificada.

Importa referir que, em resultado desta alteração da ordem, os militares apresentaram ferimentos ligeiros e que foi prestado todo o auxilio médico aos adeptos que apresentavam ferimentos ligeiros, registando-se apenas tratamento a um adepto com dores nas costas, que foi encaminhado para o Hospital de Santa Maria da Feira, assim como a devida assistência ao adepto detido.

Partilhar