Ações de prevenção da violência no namoro nas escolas

Câmara de Guimarães aposta em ações de prevenção da violência no namoro nas escolas
Foram desenvolvidas ações nos Agrupamentos de Escolas das Taipas, João de Meira e Vale de S. Torcato desde o início do ano.


Em Dia de São Valentim, importa sublinhar alguns dados conhecidos sobre a violência no namoro. O estudo Violência no Namoro 2019, levado a cabo pela UMAR (União de Mulheres Alternativa e Resposta) em Portugal, revelou que 58% dos jovens já foram vítimas de violência, o que significa um aumento de 2% face a 2018, cuja percentagem tinha sido de 56%.

Esta sexta-feira, 14 de fevereiro, será apresentado o Estudo Nacional de Violência no Namoro 2020, mas a UMAR já adiantou as elevadas taxas de vitimização, bem como de legitimação de comportamentos violentos nas relações de namoro encontradas neste estudo. Cerca de 67% dos/as jovens aceitam como natural pelo menos um comportamento de violência no contexto da relação.

Partindo destes dados e dos resultados do trabalho de intervenção e prevenção que tem desenvolvido neste domínio, a Câmara Municipal de Guimarães, através do Espaço Municipal para a Igualdade, desenvolveu um projeto de promoção da igualdade de género e prevenção da violência no namoro nos agrupamentos de escola do concelho - as Ações de Sensibilização EMI - Explore the gender, Move the mind and Inspire your world.

Estas ações foram construídas tendo por base instrumentos nacionais e internacionais de referência e encontram-se alinhadas com a atual Estratégia Nacional para a Igualdade e Não Discriminação 2018-2030, nomeadamente porque os temas que as baseiam as sessões são os mesmos que norteiam cada um dos três Planos de Ação que a integram: Igualdade de Género, Violência Doméstica/no Namoro e Identidade de Género e Orientação Sexual.

O grupo-alvo deste projeto são alunos do 3º ciclo e ensinos secundário e profissional e, de entre outros objetivos, procura-se desenvolver com os participantes fatores de proteção e de resiliência face à violência, e atitudes e princípios que baseiem a construção de relações afetivas e de amizade assentes na paz e no respeito por si mesmas/os e pelas/os outras/os.

As Ações de Sensibilização EMI, além da partilha de conteúdos temáticos e informativos e a realização de dinâmicas de grupo, contam com a apresentação de uma peça de teatro pelo Projeto TABU!, em que são apresentados monólogos intensos e tocantes. Impera uma abordagem intencional, mas ao mesmo tempo informal, empática, dinâmica, interativa e instigadora de questionamento. Têm-se conseguido momentos únicos de reflexão e a criação de ambientes seguros, consubstanciados em oportunidades de partilha e empoderamento.

Este projeto recebeu recentemente uma distinção pela Associação Portuguesa para a Diversidade e Inclusão com a atribuição do Selo da Diversidade. Desde o início do ano, foram desenvolvidas seis ações nos Agrupamentos de Escolas das Taipas, João de Meira e Vale de S. Torcato.

Partilhar