COVID 19 já fez mais de 12 mil mortes

Desde o início da pandemia, foram registados mais de 300 mil casos de infeção pelo novo coronavírus.
O número de casos de Covid-19 em Portugal subiu de 1280 para 1600 nas últimas 24 horas e há mais dois mortos, são agora (ao meio dia deste domingo) 14 no total. As duas novas vítimas mortais registaram-se na região Norte (1) e na zona de Lisboa e Vale do Tejo (1), segundo os dados do boletim divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), este domingo.

----
Segundo uma contagem da agência France Presse, até às 9h00 deste domingo existiam pelo menos 300.097 pessoas infetadas em todo o mundo. Morreram 12.895 em 169 países e territórios.

Na China, onde surgiu a pandemia, foram registados 81.054 casos de infetados, dos quais 3261 morreram.

Em Itália, foram verificados 53.578 casos de pessoas infetadas, registando 4825 mortos.

O número de casos de Covid-19 apurado pela AFP reflete uma fração real de contaminações. Isto porque um extenso número de países apenas realiza o teste de despiste da doença aos doentes que careçam de hospitalização.

BREVES

- Em Vizela regista-se um domingo calmo, apenas pessoas na rua a fazer compras com os estabelecimentos que vendem produtos de primeira necessidade a servirem com a porta entreaberta deixando entrar apenas um cliente de cada vez.

- Os profissionais de saúde que estão a prestar cuidados a doentes com Covid-19 devem registar diariamente a presença ou ausência de sintomas compatíveis com a doença, como febre ou tosse, nos termos de uma orientação da Direção-Geral da Saúde.

- Tem hoje lugar, pelas 17h00, a primeira reunião da Estrutura de Monitorização do Estado de Emergência, coordenada pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.

- Um estudo recente de uma equipa de cientistas norte-americanos revela que o novo coronavírus pode permanecer ativo nas superfícies de cobre das moedas durante até quatro horas, um dia em cartão e entre dois a três em plástico e aço inoxidável. 

- O primeiro-ministro de Itália ordenou no sábado o encerramento de todos os serviços, negócios e atividade de produção até ao dia 3 de abril. Giuseppe Conte determinou que apenas se mantêm abertos os serviços essenciais.

- Em Espanha morreram mais 394 pessoas nas últimas 24 horas. O total de casos mortais de infeção pelo novo coronavírus é agora de 1720. Ao todo, há 28.572 pessoas infetadas. Recuperaram 2575.
O Governo de Pedro Sánchez decidiu prolongar o estado de emergência por mais duas semanas.

- A Alemanha registou quase dois mil casos novos de coronavirus, atingindo agora os 18.610 e com 55 vítimas mortais, segundo o Instituto Robert Koch, entidade responsável pela prevenção e controlo de doenças naquele país europeu.

- Ao cabo de três dias sem infeções locais da Covid-19, a China registou nas últimas 24 horas um novo caso de contágio interno, a que se somam 45 análises positivas a viajantes que chegam do exterior.

-  A diretora técnica de um lar de Famalicão atingido pelo novo coronavírus admitiu à RTP que os escassos profissionais que ali continuam admitem "abandonar o barco", caso não haja respostas por parte das autoridades.

-  As autoridades do Irão anunciam 129 novas mortes causadas pelo novo coronavírus. O número de vítimas mortais na República Islâmica é agora de 1685.

- O Ministério russo da Defesa vai destacar este domingo para Itália uma centena de médicos militares especialistas em epidemias e virologia, assim como equipamento médico, para ajudar o país a conter a pandemia do novo coronavírus.

- O Ministério da Educação de Timor-Leste decidiu fechar todas as escolas do país a partir de segunda-feira e pelo menos durante uma semana, com a decisão a poder ser dilatada no tempo.
- A Roménia registou este domingo a primeira morte causada pela Covid-19, num dia em que fecha as fronteiras a estrangeiros, conforme decretado pelo Ministério do Interior.

- O argentino Paulo Dybala acusou positivo no teste de rastreio ao novo coronavírus, sendo o terceiro futebolista da Juventus a contrair a covid-19, revelou hoje o clube campeão de Itália, no qual alinha o internacional português Cristiano Ronaldo.

- As autoridades da Colômbia confirmaram a primeira vítima mortal do novo coronavírus, um taxista de Cartagena de Índias que morreu a 16 de março, e elevou para 210 o número de casos de Covid-19.

- O antigo futebolista internacional italiano Paolo Maldini, atual diretor técnico do AC Milan, acusou positivo no teste de rastreio ao novo coronavírus, informou hoje o clube milanês através do seu sítio oficial.

- Pedro Proença acredita que ainda vai ser possível terminar a época desportiva. O presidente da Liga Portugal diz, numa entrevista ao semanário Expresso, que depois desta catástrofe, o futebol vai mudar.

- O Mundial de hóquei no gelo, que deveria disputar-se entre 08 a 24 de maio, na Suíça, foi hoje cancelado pela Federação Internacional da modalidade, devido à pandemia de Covid-19.

Fonte RTP

Partilhar