Domingos que ficam para a história pelo pior motivo

Os vizelenses estão a cumprir o isolamento deixando ruas e praças desertas. Estas fotos do nosso colaborador Francisco Félix demonstram o vazio de hoje na principal vizelense a Praça da República.


Com a pandemia de Covid-19 a alastrar-se a um ritmo galopante no mundo (5 casos em Vizela, segundo os dados da DGS), são vários os países que impuseram o isolamento domiciliário como medida de contenção. Portugal não fugiu à regra e Vizela cumpriu, está a cumprir.
Os parques de lazer e a zona ribeirinha estão vedados ao público, cafés e restaurantes fechados, não há futebol, tudo aquilo que chama público está interdito em nome do combate ao vírus.
Na rua ouve-se os altifalantes de um carro da Proteção Civil aconselhando as pessoas a ficarem em casa e é o que está a acontecer num domingo vazio, diferente, pasmaceiro, indolente que ficará para a história, agora com a nova hora de verão, para os anais da história...pelo pior motivo, uma pandemia como não se via há mais de cem anos.


Partilhar