Padaria notificada pela GNR e tentiva de assalto a escola

A Câmara Municipal de Vizela emitiu duas notas à comunicação social dando conta do reforço de vigilância às escolas do concelho depois duma tentativa de assalto à EB
em S. João das Caldas. Acrescenta a Autarquia que essa vigilância será efetuada, para além dos habituais serviços da GNR, por una empresa de segurança privada contratada para o efeito neste período de pandemia em que os estabelecimentos de ensino estão sem aulas.

Na segunda nota o município refere que
a GNR de Vizela, após fiscalização notificou a padaria do Mercado Municipal por infração às regras do Estado de Emergência.

"De realçar que o proprietário da padaria já havia sido alertado para os perigos de saúde pública inerentes ao incumprimento das medidas de prevenção impostas, tendo, nessa altura, sido alertado para comportamentos que não se adequavam às medidas de prevenção e contágio decretadas pelo atual estado de emergência.

A Câmara Municipal de Vizela alerta que apesar das fiscalizações e alertas para os perigos, muitos cafés, padarias e outros estabelecimentos do género que potenciam o contacto social e o contágio, continuam abertos sem respeitarem as regras de segurança e prevenção decretadas, lembrando que a aplicação de medidas penais associadas, poderá ir até 1 ano de prisão ou 120 dias de multa.

Assim, e atendendo à atual situação do país e do concelho, é hora de pensar no bem comum e cumprir as regras determinadas, pelo que a Câmara Municipal apela mais uma vez a todos os Munícipes que sigam rigorosamente todas as recomendações da Direção-Geral de Saúde, assim como as medidas de ordem preventiva e restritiva decretadas pelo Governo." _ refere a autarquia vizelense.

Partilhar