Uma situação sem precedentes com impacto no consumo

Barómetro Covid-19 : Uma situação sem precedentes com impacto no consumo


Semana 9:
Primeiros impactos do Covid-19 no retalho alimentar
· Saúde, higiene e produtos básicos dominam o consumo entre os portugueses
· Sortido dita escolha de loja, mas relevância da proximidade deve acentuar-se

Os efeitos da pandemia Covid-19 são já visíveis em Portugal, contribuindo para um aumento das vendas do retalho alimentar. A primeira edição do Barómetro semanal da Nielsen sobre este tema, relativo à semana 9 de 2020 (de 24 de fevereiro a 1 de março), aponta para um crescimento das vendas nos Hipers+Supers que totalizou 14% entre as categorias de alimentação, detergentes e produtos de higiene e frescos, quando desde o início do ano a tendência se situava nos 6%.
É ainda cedo para compreender, na totalidade, de que modo esta pandemia vai afetar os padrões de consumo, alterar comportamentos e ditar novas tendências.
Como explica Patricia Daimiel, Diretora-Geral da Nielsen para Espanha e Portugal, “Vivemos hoje uma situação verdadeiramente sem precedentes. Em todos os mercados e negócios, a nível mundial, a pandemia Covid-19 veio abalar a forma como vivemos, como consumimos e como trabalhamos. Todos seremos impactados, sem exceção. Por essa razão, é fundamental que, agora mais do que nunca, nos mantenhamos informados sobre todas as mudanças e novas tendências que vêm impactar cada um dos nossos mercados. É essencial estar alerta e tomar decisões assertivas que vão ao encontro de um panorama que é novo para todos, em todo o mundo.”



Partilhar