Câmara distribui 200 mil máscaras pelo concelho de Guimarães

Oferta contempla todos os comerciantes vimaranenses, Juntas de Freguesia, transportes públicos e escolas. Município prepara regresso progressivo à normalidade da vida em sociedade.


A Câmara Municipal de Guimarães vai adquirir, numa primeira fase, um total de 200 mil máscaras sociais certificadas e reutilizáveis que serão distribuídas pelo território concelhio. A oferta do material de proteção será feita em articulação com as Juntas de Freguesia, por todos os estabelecimentos de comércio do concelho vimaranense.

O plano definido por Domingos Bragança, além dos estabelecimentos comerciais, aponta também para a disponibilização de máscaras sociais nos transportes públicos e escolas, mediante a possibilidade de serem retomadas as aulas presenciais dos 11º e 12º anos de escolaridade, conforme anunciado pelo Governo, para frequência das disciplinas com exame nacional de acesso ao ensino superior, previsivelmente, a partir de 4 de maio.


Com as máscaras sociais amigas do ambiente, adquiridas a empresas e fornecedores vimaranenses, será igualmente distribuído um panfleto explicativo e pedagógico acerca do modo como uma máscara tem de ser colocada, as circunstâncias em que deve ser usada, bem como o procedimento mais adequado para a sua lavagem e respetiva reutilização.

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães defende que a possibilidade de uma progressiva retoma da atividade económica, a partir de maio, admitida pelas Autoridades de Saúde, seja acompanhada pela existência de material de proteção para todos os vimaranenses. “A partir de maio, a perspetiva do novo período terá de ser marcada por medidas que possibilitam a abertura parcial da economia”, refere Domingos Bragança.


Recorde-se que o Município de Guimarães tem já distribuído diverso material profilático, designadamente, luvas, máscaras, batas, óculos, toucas, aventais e material de desinfeção a várias instituições do concelho, como é exemplo o Hospital Senhora da Oliveira, Unidades de Saúde, Bombeiros Voluntários, Cruz Vermelha, Lares de Idosos, Juntas de Freguesia, entre outras IPSS, em resposta ao quadro de pandemia da COVID-19, e em consonância com o Plano de Contingência Municipal de Guimarães.

Partilhar