Comerciantes de Infias fizeram testes coronavírus

No seguimento do Plano de Desconfinamento do Governo no âmbito do combate à pandemia, o Município de Vizela encontra-se a implementar um conjunto de medidas de reforço e apoio direto à população, tendo em vista uma reabertura gradual e faseada do confinamento que deverá ser prudente e progressiva e, acima de tudo, dentro dos possíveis protegida, criando condições para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade.


Assim, e atendendo a que o comércio local foi das primeiras atividades a retomar a atividade, e porque é fundamental assegurar o bom funcionamento, assim como assegurar a retoma económica deste setor dentro do contexto atual, a Câmara Municipal, em articulação com a ACIV-Associação Comercial e Industrial de Vizela iniciou este semana a realização de testes serológicos gratuitos ao comércio local do Concelho, criando criar condições de segurança, em especial para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade, aferindo quem possa estar infetado e desta forma evitar a propagação, entre a comunidade vizelense.

Os testes são efetuados numa Unidade de Rastreio Móvel, uma carrinha devidamente adaptada para o efeito, sendo os mesmos realizados por uma equipa composta por um profissional de saúde e um auxiliar, estando assim criadas todas as condições para a realização dos testes em segurança.

Depois de ter estado ontem em Santa Eulália, onde foram rastreados todos os comerciantes das freguesias de Santa Eulália e Santo Adrião, hoje esta Unidade de Rastreio Móvel esteve em Infias, onde foram testados todos os comerciantes da freguesia.

Esta medida insere-se na campanha de incentivo ao comércio local - ‘Compras em Segurança em Vizela’, que inclui ainda distribuição de máscaras e viseiras aos comerciantes, uma campanha da Câmara Municipal e da ACIV-Associação Comercial e Industrial de Vizela, com o objetivo de incentivar à compra no comércio local, garantindo aos consumidores a realização de compras em maior segurança, assim como tornar o comércio de Vizela o mais seguro da região.

Partilhar