Há quase 300 mil mortes pelo mundo

Primeiro Ministro António Costa quer reabertura de creches em “segurança”. Quinze mil funcionários já foram testados

 Para assegurar que os pais ficam seguros para levar as crianças às creches, vão manter-se os apoios às famílias durante a próxima semana para que os encarregados de educação possam ir experimentando ir deixando os filhos nas instituições até se sentirem seguros. António Costa visitou esta manhã uma creche e revelou que 15 dos 19 mil funcionários das creches já foram testados.

DIFICIL O novo coronavírus pode tornar-se endémico como o VIH, disse na quarta-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS). “É importante colocar isto em cima da mesa: este vírus pode tornar-se apenas mais um vírus endémico nas nossas comunidades, e este vírus pode nunca desaparecer”, disse o especialista em emergências da OMS, Mike Ryan, em conferência de imprensa virtual.

PORTUGAL - O boletim epidemiológico diário da Direção-Geral da Saúde registava ontem 1175 mortes decorrentes da Covid-19, mais 12 do que na terça-feira, e 28.132 infetados, um acréscimo de 219. Por comparação com os números da véspera, constatou-se um aumento de óbitos de 1,03 por cento.  Quanto ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus - 28.132 -, os dados da DGS revelam que há mais 219 casos do que na terça-feira, o que se traduz por uma subida de 0,8 por cento.  A região Norte é a que regista o maior número de mortos (667), de Lisboa e Vale do Tejo (257), Centro (221), Algarve (14), Açores (15) e Alentejo, que regista um caso.

ITÁLIA contabilizou nas últimas 24 horas 172 novas mortes associadas à covid-19, número inferior ao de segunda-feira, mas o de contágios aumentou quase para o dobro no mesmo período, com 1.402 novos casos, indica esta terça-feira a Proteção Civil italiana.
Segundo os dados oficiais, desde o início da pandemia, Itália registou 30.911 óbitos e 221.216 casos de infeção. O total de casos positivos em Itália é de 81.266, uma descida de 1.222 nas últimas 24 horas.

Espanha Nas últimas 24 horas morreram em Espanha mais 217 pessoas, o que representa um aumento no número de vítimas mortais em comparação com os dados da véspera, quando foram relatados 184 óbitos. As fronteiras terrestres com Espanha vão permanecer fechadas até dia 15 de junho.

EUA registam mais de 1.800 mortes nas últimas 24 horas. OMS alerta para risco de aumento de transtornos mentais por causa da pandemia de covid-19.

 VACINAS A Agência Europeia do Medicamento afirmou esta quinta-feira que a aprovação de uma vacina no início de 2021 pode acontecer. O director do departamento de vacinas da agência que aprova medicamentos na União Europeia mostrou-se ainda céptico quanto à existência de uma vacina já em Setembro.


RUSSIA- Apesar de ter registado o menor número de casos diário em quase duas semanas, a Rússia chegou à marca do quarto de milhão de casos. O país tem agora 252.245 casos de covid-19, com 9974 novos casos a serem registados nas últimas 24 horas.
A Rússia é o segundo país com mais casos de covid-19 no mundo, à frente da Espanha, mas muito longe dos números registados pelos Estados Unidos.
Foram registadas ainda 93 vítimas mortais nas últimas 24 horas, elevando o total para 2.305 mortes.

CHINA -  As autoridades de saúde chinesas vão intensificar em todo o país os testes de triagem ao Covid-19, devido ao crescente aumento de casos locais.

Partilhar