Iniciam testes a todos funcionários das creches de Guimarães

Articulação entre o Ministério da Segurança Social e o Município de Guimarães garante que todos os funcionários efetuam teste de rastreio à Covid-19 antes da abertura das creches a 18 de maio.



A abertura das creches, no âmbito do plano de regresso à normalidade definido pelo Governo, será no próximo dia 18 de maio e nesse sentido a Câmara Municipal de Guimarães em articulação com o Ministério da Segurança Social assume a realização de testes de rastreio à Covid-19 para todos os colaboradores (pessoal docente e não docente). No total são cerca de 450 colaboradores em representação de 39 instituições.


Os testes iniciam esta segunda-feira, 11 de maio, nas instalações da sede Pro-Child (antigo edifício de Cybercentro, no Complexo Multifuncional de Couros).


A Direção Geral de Saúde, entretanto, já anunciou algumas medidas de prevenção no âmbito do funcionamento das creches como a garantia de substituição de funcionários doentes, não utilização de sistemas de ar condicionado em sistema de recirculação, existência de um dispensador de gel desinfetante por sala, encerramento de espaços não utilizados, arejamento dos espaços com abertura de portas e janelas, rigor na higiene de todos os espaços, com reforço de ações de limpeza e descontaminação, incluindo limpeza de mesas e cadeiras entre turnos nas “cantinas”, divisão de turmas tornando-as mais pequenas, o material didático não deve ser partilhado entre as crianças, os brinquedos pessoais ficam em casa.

Entretanto, os pais devem disponibilizar calçado para uso exclusivo no interior das creches e não podem entrar nas creches, devendo a entrega e receção das crianças ser feita de forma individual. No caso do transporte das crianças em viaturas disponibilizadas pelas creches, ou empresas prestadoras desse tipo de serviço, serão aplicadas as mesmas regras em vigor para os transportes públicos.

No âmbito da realização de testes de rastreio à Covid-19, o Município de Guimarães já concluiu os testes a todos os funcionários dos lares de idosos e está na fase derradeira da realização dos testes a todos os utentes dos lares, através do protocolo de colaboração com Escola de Medicina da Universidade do Minho e o Hospital Senhora da Oliveira.

Partilhar