Domingos Bragança define compromissos com as Vilas

Moreira de Cónegos (onde a Câmara volta a estar este sábado dia 27 numa visita), Serzedelo, Lordelo, Ponte, São Torcato e Pevidém assinalaram este domingo os 25 anos da elevação a Vilas.


O Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, definiu compromissos com as seis Vilas do concelho que celebraram os 25 anos da elevação a Vilas, este domingo, 21 de junho. As cerimónias estenderam-se por vários pontos do território, cumprindo as recomendações da Direção Geral da Saúde, com várias homenagens a instituições e cidadãos em sinal de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido em prol de cada comunidade.


No âmbito da habitual proximidade aos cidadãos, Domingos Bragança marcou presença em todas as sessões públicas, destacando de uma forma geral “a generosidade dos vimaranenses na resposta a este período de pandemia” com foco especial “na missão nobre que várias instituições assumiram, por todo o território, em dar o seu melhor para apoiar os cidadãos em maior vulnerabilidade”.

Domingos Bragança definiu compromissos da Câmara Municipal em cada Vila, tendo em conta o desenvolvimento do território e o bem-estar dos cidadãos. Prosseguindo a estratégia da sustentabilidade ambiental, o Presidente da Câmara sublinha o desígnio de “viver em harmonia com a natureza” e lançou o repto às Vilas de Serzedelo, Ponte e Pevidém para “trabalharem no tramo da Ecovia do Ave” a fim de recuperar a ligação com o Rio, porque “quem está próximo cuida”, salientou o edil de Guimarães. Este repto foi igualmente lançado à comunidade de São Torcato, reportando-se ao percurso pedonal através das margens do Rio Selho.

Em Serzedelo, o Presidente da Câmara descerrou a placa de inauguração do Trilho das Capelas e adiantou o compromisso da reabilitação da Igreja Românica. “A Câmara Municipal assumiu o projeto e já disponibilizou recursos financeiros, mas como se trata de um monumento nacional aguardamos ainda a aprovação da Direção Geral da Cultura do Norte (DGCN) para lançar o início do concurso da obra”. Entre outros projetos, referiu o Centro Comunitário Cultural, na antiga fábrica Calvarex, já adquirida pelo Município, e ainda o projeto da Centralidade para a Vila de Serzedelo.

Em Moreira de Cónegos, Domingos Bragança assumiu a cooperação com o Governo para a concretização do novo edifício para o Centro de Saúde, num processo que está a ser articulado com o Ministério da Saúde e a ARS Norte. Nesta Vila, entretanto, já está em construção a reabilitação e ampliação da EB1 para Centro Escolar numa resposta direta à dimensão da Educação.

O Presidente da Câmara apontou, na Vila de Lordelo, o projeto da centralidade “para avançar por fases” e destacou a construção do novo edifício da GNR, cujo projeto está concluído e agora na base de um aditamento ao protocolo com o Governo a Câmara assume o concurso e realização da obra.

Na Vila de Ponte, Domingos Bragança lembrou os investimentos feitos na requalificação do Parque de Jogos do CD Ponte e a colocação de sintético no Clube Operário de Campelos. Para o futuro próximo, destacou a nova rotunda na estrada Nacional 101 de acesso ao Parque industrial, cujo projeto está pronto a ser lançado a concurso para a obra.

Na Vila de São Torcato, o presidente da Câmara realçou a necessidade do reperfilamento do tramo à Vila após a obra em curso da rotunda entre o entroncamento da Rua 24 de Junho (Aldão) e a Rua António Gomes Marinho (Selho S. Lourenço). O projeto da EB23 de São Torcato está em elaboração, desejando ainda este ano lançar a obra a concurso.

Em Pevidém, Domingos Bragança, fazendo justiça ao seu legado industrial, deu conta da implementação da Academia de Transformação Digital na antiga Fábrica do Alto, afirmando este território como um centro de competências do futuro, onde ficará ainda instalado o Laboratório Colaborativo em Transformação Digital da Universidade do Minho.

Partilhar