Secretário de Estado Adjunto e da Economia visitou empresa JF Almeida

Sentimento de colaboração entre empresas e Governo na retoma da economia. Para além da empresa de Joaquim Almeida (foto), governante visitou a Fábrica do Lameirinho.


As empresas estão a dar sinais da retoma económica, depois de um impacto negativo com a chegada da pandemia da Covid-19. O sentimento de otimismo foi partilhado por João Correia Neves, Secretário de Estado Adjunto e da Economia, que esta sexta-feira visitou duas empresas têxteis em Guimarães, acompanhado pelo Presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, pelo Vereador Ricardo Costa e ainda pelo Presidente Executivo do Gabinete de Crise e da Transição Económica, António Cunha.

“Verificamos alguns sinais positivos de retoma, sendo assinalado pelas empresas por onde passei. Esperamos que os próximos meses estejam mais dentro daqueles meses normais”, expressou o representante do Governo, depois da visita às empresas de Guimarães, a Lameirinho (em Pevidém) e a JF Almeida (em Moreira de Cónegos). João Neves deu conta que “há sempre questões que podem ser melhoradas”, mas expressou que não existe sentimento de revindicação. “Existe antes um sentimento de colaboração entre as empresas e o Governo na retoma da economia. Foram tomadas muitas medidas, moratórias bancárias, quer os empresários e as pessoas compreendem muito bem o trabalho de responsabilidade que temos feito”, salientou ainda o Secretário de Estado.

Estas visitas tiveram o objetivo de promover o contacto de proximidade com os empresários num período difícil, após a quebra de produção no período de situação pandémica.

A Câmara Municipal de Guimarães está a dar uma resposta a este nível pelo Gabinete de Crise e de Transição Económica, tendo já definido a implementação da Academia de Transformação Digital na antiga Fábrica do Alto, afirmando este território como um centro de competências do futuro, através da investigação e produção de conhecimento.

Partilhar