Victor Hugo distribuiu máscaras e viseiras pelas crianças

Na sequência do surto da nova estirpe de coronavírus SARS-COV-2, responsável pela doença COVID-19, o Município de Vizela, em consonância com as diretrizes decorrentes do Estado de Emergência Nacional,
implementou, ao longo dos últimos meses, um conjunto de medidas excecionais de ordem preventiva e restritiva, com âmbitos temporais e de aplicação diferenciados, designadamente para combater o surto e evitar a transmissão da doença na comunidade, assim como estimular a recuperação económica e assegurar a proteção social.

Neste sentido, e no seguimento do Plano de Desconfinamento do Governo no âmbito do combate à pandemia, o Município de Vizela encontra-se a implementar um conjunto de medidas de reforço e apoio direto à população, tendo em vista uma reabertura gradual e faseada do confinamento que deverá ser prudente e progressiva e, acima de tudo, dentro dos possíveis protegida, criando condições para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade.

Decorrente do regresso às escolas das crianças das creches e pré-escolar, a Câmara Municipal de Vizela foi a primeira Câmara do país a distribuir chapéus com viseira de proteção a todas as crianças das creches e pré-escolar do Concelho. Assim, e para marcar a abertura do pré-escolar, o Presidente da Câmara esteve esta manhã no Jardim de InfânciaI da EB de Infias e no JI do Campo da Vinha, onde entregou chapéus com viseira de proteção a todas as crianças destes jardins de infância.

Tratam-se de chapéus laváveis à máquina e reutilizáveis, com viseira em PVC transparente, flexível, resistente a impactos e riscos, lavável, com alta resistência química e reciclável. De destacar ainda que a comercialização deste produto foi comunicada à ASAE pela empresa produtora, ao abrigo do Decreto-Lei n.º 14-E/2020, de 13 de abril.

De destacar ainda que esta manhã, a Câmara Municipal realizou testes serológicos a todas as crianças do pré-escolar, que realizaram os testes acompanhados pelos pais.

Entretanto, a Câmara Municipal concluiu na semana passada os testes a educadores e funcionários do pré-escolar, num total de 100 testes realizados, com o objetivo de criar condições de segurança, em especial para esbater a propagação do surto associada a esta nova realidade, aferindo quem possa estar infetado e desta forma evitar a propagação, entre a comunidade escolar e por sua vez as suas famílias. Destes testes realizados, resultaram 4 positivos, os quais foram afastados da reabertura do pré-escolar.

Foram também já realizados testes a todas as crianças das creches do Concelho que regressaram às escolas no dia 18 de maio, sendo que a realização destes testes nas creches foi executada de acordo com o protocolo definido e pelos profissionais de saúde internos de cada uma das IPSS’s.

Partilhar