Bragança reuniu com Embaixador do Cazaquistão

 

Possibilidade de geminação de Guimarães com a cidade de Turquistão foi um dos temas na reunião do Presidente da Câmara Municipal com Daulet Batrashev. 

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, recebeu esta terça-feira o Embaixador do Cazaquistão em Portugal, Daulet Batrashev, no sentido de estabelecer relações com esta Embaixada e com vista ao fortalecimento das relações empresariais e históricas. 

Domingos Bragança destacou a grande aposta de Guimarães na área do conhecimento e da ciência, numa estreita articulação com as universidades, considerando “a abertura para trabalhar em parceria com o Cazaquistão”. Daulet Batrashev apontou vários “pontos em comum” nos interesses de Portugal e o Cazaquistão, explicando a opção por Guimarães por ser “um território de forte industrialização”. 

Foi colocada a possibilidade de uma geminação entre a Cidade Berço e a cidade de Turquistão, pelo potencial histórico numa alusão ao facto de Guimarães ser considerada a cidade onde nasceu Portugal, enquanto Turquistão foi capital do Cazaquistão e é reconhecida pela sua arquitetura medieval de monumentos históricos, com destaque para o mausoléu de Khawaja Ahmed Yasawi – o primeiro monumento a ser reconhecido como Património Mundial da Unesco no Cazaquistão, em 2003. 

Nesta ligação, as oportunidades de negócio incluem os setores das TIC, energias, calçado, metalomecânica, construção, arquitetura e design, têxtil e o turismo, entre outros. Para além da reunião na Câmara Municipal de Guimarães, com o Presidente Domingos Bragança e o Vereador da Divisão do desenvolvimento Económico, Ricardo Costa, o Embaixador do Cazaquistão reuniu ainda com o Reitor da Universidade do Minho, Rui Vieira de Castro, no Campus de Azurém, e visitou o Avepark – Parque de Ciência e Tecnologia.

Partilhar