Câmara alerta para a morte de quatro vizelenses por covid


 O Município de Vizela distribuiu hoje pela comunicação social uma nota dando conta da morte de quatro vizelenses por covid-19.

A nota é dos seguinte teor:

VIZELA REGISTA QUATRO MORTES ASSOCIADAS À COVID-19VIZELA REGISTA QUATRO MORTES ASSOCIADAS À COVID-19 


 Ao longo dos últimos meses, e tendo em atenção a situação do surto epidémico, a Câmara Municipal implementou o Programa de Apoio Municipal – VIZELA COVID-19, um conjunto de medidas para assegurar o combate ao surto, o estímulo à recuperação económica e a proteção social, para ajudar quem mais precisa e para retomar, tão rapidamente quanto possível, o fulgor que caracteriza o concelho de Vizela, mas que apenas se tornaram possíveis pela abertura da sociedade civil e a respetiva colaboração em torno desta causa. 


 Na sequência do Decreto n.º8/2020 de 8 de novembro que regulamenta a aplicação do estado de emergência decretado pelo Presidente da República, em especial um conjunto de medidas restritivas para os concelhos de elevado risco, entre os quais se inclui o concelho de Vizela, e atendendo à escalada do número de infetados por aquela doença, com indicadores que nos colocam como um dos concelhos mais afetados do País e numa das regiões mais afetadas de Portugal, a Câmara Municipal, para além das determinações emanadas pelo Governo, tem vindo a adotar novas medidas e reforçado grande parte das medidas adotadas no âmbito do Programa de Apoio Municipal – VIZELA COVID-19. Tendo em conta os últimos dados remetidos à Autarquia pelo ACES do Alto Ave, Vizela regista neste momento 4 mortes associadas à COVID-19, registando 1.197 casos confirmados e 663 casos curados. 


Estamos perante um tempo de mudança. É importante que todos percebam a complexidade e a exigência deste momento e é preciso, acima de tudo, que todos assumam uma atitude de responsabilidade social. 

 Face ao exposto, e num período de cansaço social e desmotivação face a pressão constante e permanente da alteração drástica de hábitos, associado às negativas consequências económicas e sociais, refletindo-se no aumento do desemprego e acentuando as desigualdades sociais, a Câmara Municipal apela mais uma vez à população vizelense para respeitar as recomendações das autoridades, em especial o uso obrigatório de máscara, a prática de distanciamento social e o dever cívico de recolhimento, para evitar a transmissão da doença na nossa comunidade».


Câmara Municipal de Vizela, 9-11-2020

Partilhar