Plataforma digital para efetuar compras em segurança

 


Oferta variada de produtos e serviços para todos os subscritores da aplicação Proximcity. Medida de apoio ao comércio, restauração e similares.

“Proximcity” é a nova plataforma digital, desenvolvida pela Câmara Municipal de Guimarães, que estará disponível no início do mês de dezembro, com o objetivo de aproximar mais a população ao comércio tradicional, serviços de restauração e similares. 

O Presidente da Câmara, Domingos Bragança, destaca que este Quiosque Digital “surge na sequência da reunião magna com o comércio tradicional no final do ano de 2019 e dará resposta às necessidades atuais, muito acentuadas com a pandemia, do comércio local, restauração e outros serviços fazerem negócios seguros por via digital. Espero que todos adiram: promovemos Guimarães, dinamiza e moderniza o nosso comércio e serviços, e facilita as compras a todos que escolham fazer as suas compras no território vimaranense”.

 Este serviço é gratuito e materializado numa aplicação para dispositivos móveis, com o objetivo claro de apoiar os comerciantes de todo o território de Guimarães. Através da nova plataforma digital, será possível aceder a uma oferta variada de produtos e serviços selecionados a partir da oferta local, para todos os subscritores da aplicação “Proximcity”. 


Os utilizadores de dispositivos móveis poderão fazer encomendas ou efetuar compras em total segurança e comodidade a partir das suas residências. Para os comerciantes, o acesso à plataforma de venda online está à distância de um simples registo. Será possível a gestão do seu catálogo de produtos ou das tarefas de expedição até ao cliente, entre outras ações pensadas para simplificar todo o processo de transformação digital. Para a população, a utilização da aplicação é gratuita. Os produtos ou serviços adquiridos poderão, de acordo com o fornecedor, ser levantados diretamente nas lojas ou expedidos para a morada de registo, sem custos para quaisquer das partes. Ricardo Costa, vereador responsável pelas Divisões de Desenvolvimento Económico e Sistemas Inteligentes e de Informação, refere que “é com base neste tipo de soluções que se transformará digitalmente a economia”.

Partilhar