Portugal regista hoje mais 63 mortes

 


A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou no boletim diário desta segunda-feira que há mais 63 mortes e 4096 novos casos de covid-19 em Portugal. No total, o país regista 2959 vítimas mortais e 183.420 infetados pelo novo coronavírus, desde o início da pandemia. Nas últimas 24 horas estão mais 13 doentes internados nas Unidades de Cuidados Intensivos, totalizando 391. 

Em relação aos internamentos em enfermaria estão 2651 pessoas internadas, mais 129 do que no domingo . A DGS revela que estão ativos 78.378 casos de infeção, mais 1731 do que no domingo. Também nas últimas 24 horas foram dados como recuperadas 2302 pessoas, num total de 102.083 desde o início da pandemia. As autoridades de saúde têm agora sob vigilância 90.088 pessoas, menos 418 que nas últimas 24 horas. No que diz respeito aos 4096 novos casos, 2265 registam-se na região Norte, 1217 em Lisboa e Vale do Tejo, 379 na região Centro, 148 no Alentejo, 60 no Algarve, 16 nos Açores e 11 na Madeira. 

 Das 63 mortes a lamentar nas últimas 24 horas (o número mais alto desde o início da pandemia), 33 - mais de metade - ocorreram na região Norte, 22 em Lisboa e Vale do Tejo, 5 na região Centro, uma no Alentejo, uma no Algarve e uma na Madeira. 

PORTUGAL EM ESTADO DE EMERGÊNCIA 

 Portugal entrou esta segunda-feira em estado de emergência, desde as 00h00 até 23 de novembro, para combater a pandemia, impondo entre outras medidas o recolher obrigatório noturno em 121 concelhos (Vizela incluído) com mais casos de infeção.

Partilhar