Natal mais folgado e Passagem do Ano apertada?

 


O governo vai divulgar este sábado dia 5 as medidas regulamentadoras do novo estado de emergência, medidas que já abrangerão o Natal e o Ano Novo. E tudo aponta para um abrandamento do confinamento no Natal - mas um endurecimento no Ano Novo. 
Aparentemente, o executivo pretende, com esta flexibilização de medidas no Natal, manter a opinião pública do seu lado prevendo-se que na noite e dia de consoada seja permitido o máximo de dez pessoas em cada família.
Prevê-se igualmente que seja permitida a circulação entre Concelhos durante o Natal e a mesma impedida na mudança do ano.
O primeiro ministro António Costa apresenta amanhã estas novas regras mas o objetivo passa por libertar da pressão as famílias em data tão especial e aliviar um pouco o sufocado pequeno comércio, restauração e turismo.
Sendo previsível que o foco de contágio aumente no Natal devido à concentração de várias pessoas na mesma casa, o Governo pretende meter travão na festa seguinte de passagem do ano.

Partilhar