Centro de Vacinação abre 3ª feira no Multiusos de Guimarães

Vacina contra a COVID-19 será administrada de acordo com grupos prioritários já estabelecidos pelas autoridades de saúde.

O Centro de Vacinação de Guimarães, gerido localmente pelo ACES do Alto Ave, em parceria com a Câmara Municipal, inicia o seu funcionamento na próxima terça-feira, 23 de fevereiro, entre as 08:30 e as 19:30 horas, no Multiusos de Guimarães. 

 A campanha de vacinação contra a COVID-19, da exclusiva responsabilidade das autoridades de saúde, foi planeada de acordo com a disponibilidade das vacinas contratadas para Portugal, que estão a ser administradas faseadamente a grupos prioritários, até que toda a população esteja vacinada. 

Assim, na próxima semana, serão vacinados 1.444 utentes, entre terça e quinta-feira. Deste conjunto de pessoas, 744 idosos têm mais de 80 anos, enquanto 700 utentes, entre os 50 e os 64 anos, têm patologias associadas. 

A partir de março, a previsão diária de vacinação é de 500 pessoas. A Câmara de Guimarães está a apoiar os serviços de saúde pública no plano de vacinação comunitária, tendo assumido a responsabilidade de criar condições para os profissionais de saúde levarem a cabo este desígnio, através da cedência do Multiusos. 

O Centro de Vacinação COVID-19 de Guimarães é composto por seis gabinetes, secretaria de apoio, sala de espera, sala de recobro, espaço para preparação de vacinas e uma área para a equipa de higienização e desinfeção. “Há capacidade de estacionamento, de proximidade e de acessibilidade, bem como de dimensões físicas e infraestruturas para ser adaptado como posto de vacinação.

 Esta estrutura foi idealizada com o objetivo de cumprir todas as regras de distanciamento social e de higiene, no sentido de garantir as melhores condições para este processo da vacinação”, refere José Novais de Carvalho, Diretor Executivo do ACES do Alto Ave. 

Quase a totalidade dos utentes e funcionários de Lares de Idosos, Estruturas Residenciais e Unidades de Cuidados Continuados do concelho de Guimarães foram já vacinados. 

Uma vez que ainda estão a ser eliminados surtos epidemiológicos em quatro instituições, o processo de vacinação em lares de Guimarães fica concluído em meados de março, com a toma da segunda dose.

Partilhar