Números mais baixos, de morte e de casos, desde o início do ano


Portugal reportou, esta segunda-feira, 196 mortes associadas à covid-19, num dia com mais 2505 casos identificados da doença. O boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS) reporta, esta segunda-feira, mais 196 mortes associadas à covid-19 e um acréscimo de 2505 infeções causadas pelo vírus da SARS-CoV-2 nas últimas 24 horas. 

O total de óbitos subiu para 14354, enquanto o acumulado de casos positivos ascende, agora, a 7676, desde a 2 de março. O número de pessoas internadas aumentou em 96, para 6344, enquanto os pacientes em cuidados intensivos são agora mais 12, para um total de 877 doentes hospitalizados em estado considerado grave. 

Com mais 6755 recuperados, 612921 no total, Portugal tem 140644 os casos ativos da doença, menos 4446 do que no domingo, que deixam sob vigilância das autoridades de saúde um total de 180905 portugueses - menos 6535 do que ontem. 

Números mais baixos, de morte e de casos, desde o início do ano.

 É segunda-feira, dia tradicionalmente com menos casos reportados, por força do fecho dos laboratórios ao domingo, mas a semana começa com números animadores, com o total diário de mortes a descer abaixo da fasquia dos 200, o que não acontecia desde 19 de janeiro, quando foram reportados 167 óbitos. Daí para a frente, foi sempre a subir, tendo-se ultrapassado por duas vezes a barreira das 300 vítimas mortais em 24 horas, com 303, a 28 e 31 de janeiro.

Partilhar